DISRUPTORES ENDÓCRINOS NA INDUSTRIA COSMÉTICA.

HACK, Thalinee Cappelletti 1; SCHUCK, Desirée Cigaran 3; OLIVEIRA, Franciane de 3; CAMPELO, Patricia Maria Stuelp2;

Resumo

Introdução:Disruptores endócrinos são compostos, que possuem atividades estrogênicas, suspeitos de causarem efeitos nocivos ao sistema endócrino de humanos e animais. O contato com os disruptores endócrinos é por meio da exposição a produtos domissanitários e cosméticos. No caso desses últimos, ocorre por aplicação muitas vezes no mesmo lugar de desodorantes, cremes hidratantes e filtros solares UV. Os principais efeitos dos disruptores endócrinos são indução de características femininas em peixes machos, redução da quantidade de esperma e aumento da incidência de alguns tipos de câncer no homem. Atualmente existem ensaios padronizados pela Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômico (OECD), com aceitação regulatória, que buscam auxiliar na identificação de substâncias que possam atuar como disruptores endócrinos estrogênicos.

Objetivo:Padronizar e validar, no Laboratório de Métodos Alternativos do Grupo Boticário, o ensaio de Performance-Based Test Guideline For Stably Transfected Transactivation In Vitro Assays To Detect Estrogen Receptor Agonists And Antagonists (OECD 455) adotado e validado pela OECD em 2016, utilizando 24 substâncias referência.

Metodologia:Foi utilizado a linhagem celular HER?- HeLa-9903 para os experimentos. O ensaio de viabilidade celular foi realizado utilizando o corante ­Neutral Red (NR) que cora os lisossomos das células viáveis. O ensaio da Luciferase foi utilizado para identificar substâncias químicas que ativam o receptor ER? após a ligação com o ligante, no qual o complexo receptor-ligante se liga a elementos de resposta específica do DNA e transativa um gene repórter, resultando no aumento da expressão celular de uma proteína marcadora.

Resultados:As substâncias referências, nas concentrações testadas, não apresentaram citotoxicidade para a linhagem celular HER?- HeLa-9903. No entanto, foi possível avaliar em quais concentrações as substâncias referência ativavam o receptor Er? da linhagem celular HER?- HeLa-9903 após a ligação com o ligante. Nove das 16 substâncias referências testadas estão de acordo com o guia 455 da OECD.

Conclusões:Não foi possível validar o ensaio proposto com 24 substâncias referência. A fim de aprimorar o mesmo sugere-se a utilização do Kit Steady-glo® Luciferase Assay Sistem E2510 para os próximos experimentos, realização do plaqueamento da linhagem celular HER?-HeLa-9903 em uma microplaca de 96 poços de parede branca, utilizando um selo adesivo na microplaca para que não haja interferência de uma substância com a outra do poço ao lado e realizar a diluição das substâncias em DMSO, conforme sugere a OECD 455 e não conforme indicação do fornecedor.

Palavras-chave:HER?- HeLa-9903. Disruptores endócrinos. OECD 455. Citotoxicidade

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador