MAPEAMENTO SEMÂNTICO DE TERMOS CLÍNICOS EM PORTUGUÊS PARA SNOMED CT.

SANTOS, Bruno Henrique da Silva 1; SCHULZ, Stefan 3; COSTA, Catalina Martinez 3; BARRA, Claudia Maria Cabral Moro2;

Resumo

Introdução:A utilização de dados clínicos armazenados nos Registros Eletrônicos em Saúde (RES) é essencial no apoio à ecisão em saúde. Porém, para que a interoperabilidade entre dados de diferentes RES seja possível, é fundamental a utilização de terminologias padronizadas. A SNOMED CT é um dos principais padrões de representação semântica de conceitos clínicos. É uma terminologia composicional que permite pós-coordenação. Processo este, que possibilita a edição de novos conceitos a partir de conceitos pré-definidos, evitando a explosão combinatória de conceitos. Apesar do Ministério da Saúde do Brasil ter definido em 2011 a SNOMED CT como terminologia clínica padrão para RES, esta ainda não está disponível em português brasileiro, bem como não existem estudos nacionais da utilização da pós-coordenação.

Objetivo:Especificar um método de mapeamento de termos clínicos em português para conceitos SNOMED CT descritos por expressões pós-coordenadas.

Metodologia:Foram analisadas 1.000 narrativas clínicas que compõem um corpus em português. Dos 199.559 termos clínicos disponíveis neste corpus, foram selecionados os 50 mais frequentes. Para cada termo foram selecionadas aleatoriamente três expressões semânticas presentes nas narrativas. Foram identificados os conceitos principais pertencentes a cada expressão e verificado se estes poderiam ser representados por uma expressão pré-coordenada. Caso isto não fosse possível, foi realizado o processo de pós-coordenação utilizando o Concept model SNOMED CT, que considera a adição de atributos e qualificadores ao conceito. A aplicação deste processo gerou discussões e diretivas para a futura implementação da SNOMED CT em português brasileiro.

Resultados:Método composto pela identificação de expressões sujeitas a pós-coordenação, seguido de uma ou mais das seguintes etapas: a) Verificação da existência de uma expressão pré-coordenada; b) Aplicação do Concept Model da SONMED CT, respeitando os critérios de atributos e qualificadores; c) Seleção de expressões definidas pela pré-coordenação. Caso em uma das etapas a expressão seja mapeada, as demais não são realizadas. Foi possível pós-coordenar 35 expressões e são apresentadas observações e diretivas a respeito do uso da pós-coordenação.

Conclusões:Apesar da complexidade integrada a língua portuguesa, a disponibilização da SNOMED CT neste idioma é uma tarefa viável. A não observação das diretrizes do SNOMED CT quando aplicadas ao processo de pós-coordenação ainda é a principal causa de expressões errôneas. Deve-se incentivar estudos com a SNOMED CT objetivando melhorias científico-sociais que a interoperabilidade entre RES proporciona.

Palavras-chave:SNOMED CT. Terminologias clínicas. Pós-coordenação. Mapeamento terminológico.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador