FATORES CLÍNICOS ENVOLVIDOS NA DEPRESSÃO OU ANSIEDADE EM PACIENTES EM ISOLAMENTO DE CONTATO POR BACTÉRIAS MULTIRRESISTENTES

GOUVEIA, Aline Maciel1; GASPARETTO, Eline Maria Granzotto; Juliano 3; TUON, Felipe Francisco Bondan2;

Resumo

Introdução:Precauções de contato para pacientes com organismos multirresistentes (MDROs) está associado com o aumento no tempo de internação, de custos e da mortalidade em pacientes hospitalizados

Objetivo:O objetivo deste estudo é levantar o perfil clínico dos pacientes e avaliar a presença e o nível de ansiedade e depressão através de diferentes escalas padronizadas entre os pacientes em isolamento devido às MDROs

Metodologia:Trata-se de um estudo transversal com pacientes hospitalizados sobre as precauções de contato para os MDROs. Dados clínicos e uso de drogas psicotrópicas foram avaliados.Um questionário foi elaborado para analisar a presença e nível de depressão e ansiedade em pacientes usando escalas padronizadas.Uma análise multivariada foi realizada para definir questões independentes para os escores de ansiedade / depressão para criar um questionário curto, facilitando uma abordagem prática para o atendimento de pacientes hospitalizados com MDROs. Uma curva ROC (receiver operating characteristic) foi plotada para determinar a capacidade diagnóstica do escore simplificado

Resultados:Um total de 141 pacientes foi incluído no estudo, dos quais 68 foram isolados por causa da colonização por MDRO, enquanto 73 não foram isolados (grupo controle). As características clínicas demonstraram que pacientes com MDROs apresentam maior mortalidade, mais insuficiência renal crônica e doença vascular crônica e maior uso de psicofármacos durante o internamento hospitalar. Quarenta e cinco (31,9%) dos pacientes apresentaram algum grau de ansiedade. Pacientes em isolamento de contato MDRO apresentaram um nível de ansiedade maior do que aqueles que não foram isolados (55,9% vs. 9,6%, p <0,001). Uma análise multivariada com cada questionário foi usada para determinar a presença ou ausência de ansiedade / depressão. A equação permitiu a construção de um escore com área ROC de 0,949 e sensibilidade de 91,1%.

Conclusões:O isolamento de contato para MDROs está associado ao aumento da ansiedade e da depressão.Um escore simples de ansiedade foi desenvolvido e deve ser validado para triagem.

Palavras-chave:Resistência a múltiplas drogas. Configurações hospitalares. Ansiedade. Depressão

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador