PERDA DA RESISTÊNCIA MECÂNICA DE TRAÇÃO DEVIDO AO PROCESSO DE EROSÃO DE PARAFUSOS DE INTERFERÊNCIA FABRICADOS EM PLA

FUKUDA, Anderson Fernando Naoki1; FERNANDES, Beatriz Luci2;

Resumo

Introdução:Poli(ácido lático) (PLA) pertence ao grupo dos poliésteres alifáticos fabricados a partir dos poli(alfa-hidróxi-ácidos). São considerados biodegradáveis e podem ser produzidos a partir de recursos renováveis para uso no mercado de dispositivos médicos bioabsorvíveis. Materiais bioabsorvíveis são materiais poliméricos que sofrem degradação molecular e são absorvidos in vivo e posteriormente eliminados pelas rotas metabólicas do organismo. O PLA é o polímero utilizado para a fabricação de parafusos de interferência bioabsorvíveis para fixação de enxertos em reconstruções artroscópicas do ligamento cruzado anterior, estabilizador do joelho. A taxa de degradação in vivo dos materiais bioabsorvíveis, que acarreta na sua erosão, é o parâmetro mais importante a ser conhecido e avaliado.

Objetivo:: Prever o comportamento de erosão do material bioabsorvível quando submetido ao escoamento de um fluido, produzindo parafusos de interferência, realizando ensaios de tração para correlacionar a erosão dos corpos de prova com a perda de propriedades mecânicas nos parafusos e coletar dados para desenvolvimento de modelo matemático que predizará a velocidade de erosão do parafuso in vivo.

Metodologia:O fluido utilizado no ensaio foi solução salina tampão (PBS) 0,1 M (0,1 M tampão de fosfato e 0,1 M NaCl) acrescida de Penicilina (100 U/ml), mantida em pH = 7,4 ± 0,2. Este, foi mantido em circuito fechado com escoamento realizado por bomba de aquário. O fluxo do fluido foi de, aproximadamente, 0,03 mL/s, por ser este o fluxo médio da linfa no sistema linfático e pH mantido em 7,4 ± 0,2. Para a medida inicial das massas dos parafusos, os mesmos foram mantidos em estufa em 37 ºC por 24 h até que a sua massa se mantivesse constante. Para o ensaio de erosão foram definidos períodos para pesagem das amostras de 1, 2, 4, 8, 12, 16 e 24 semanas e o retorno delas ao ensaio.

Resultados:Após os períodos de ensaio previamente definidos, verificou-se perda de massa dos parafusos. Não foi possível realizar ensaio de tração pela alma cilíndrica dos corpos de prova possuírem comprimento inferior ao mínimo exigido pela máquina de ensaios.

Conclusões:Os resultados obtidos mostraram a grande influência do pH e da concentração do fluido que está em contato com os corpos de prova, pois, para ocorrer transferência de massa, há a necessidade de diferença de concentração.

Palavras-chave: PLA. Bioabsorvível. Ensaio. Erosão.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador