A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DOS ZOOLÓGICOS E DOS ANIMAIS DE COMPANHIA

SPITZENBERGEN, Beatriz Akemi Kondo Van1; FISCHER, Marta Luciane2;

Resumo

Introdução:Os zoológicos surgiram a partir do desejo antropocêntrico em demonstrar poder e soberania. Atualmente, soma-se à sua função de entretenimento, a educação ambiental, conservação e pesquisa. Embora seja fácil as pessoas reconhecerem as vulnerabilidades atreladas ao confinamento dos animais, a humanização de animais de companhia não é percebida como vulnerabilidade.

Objetivo:Questiona-se qual é a representação social dos zoológicos e da humanização de animais pela sociedade considerando divergências entre gênero, idade, nível de escolaridade e área de formação.

Metodologia:Inicialmente realizou-se a caracterização da percepção acadêmica por meio de revisão integrativa de artigos científicos que abordassem o uso de instrumentos para o trabalho da educação ambiental envolvendo zoológicos. Em seguida foi realizado o aprimoramento e veiculação de questionário on line.

Resultados:O meio científico tem abordado a temática dos zoológicos e de humanização de animais de forma mais expressiva no portal CAPES. Os dados referentes às respostas dos 436 participantes desse estudo com relação à existência de zoológicos indicaram 2,5% de concordância com a existência dos zoos em qualquer situação, 35% de discordância da existência em qualquer situação e 62% concorda desde que algumas condições sejam atendidas, principalmente relacionados com conservação e aplicação de normativas. Maiores concordâncias foram atestadas por homens, estudantes de ensino básico e acadêmicos da área de saúde e agrárias. A maioria dos respondentes não transpôs as vulnerabilidades identificadas no confinamento de animais em zoológicos com a humanização incorporada aos animais de companhia.

Conclusões:Através deste estudo foi possível caracterizar a representação que os zoológicos possuem na sociedade, sendo que grupos pontuais foram capazes de perceber situações que privam os animais de condições ideais de bem-estar em zoológicos. No entanto, os participantes se mostraram mais tolerantes com relação ao uso de animais de companhia, devido à humanização atribuída à estes. Destaca-se o papel educativo da Bioética para mudança deste cenário, caminhando para uma situação harmoniosa que valorize sempre o bem-estar animal.

Palavras-chave:Zoológicos. Animais de companhia. Bem-estar-animal e humanização.Humanização de animais.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador