O TEATRO COMO INSTRUMENTO DA INSERÇÃO DA BIOÉTICA AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL

SANTOS, Andressa Azevedo dos1; FISCHER, Marta Luciane2;

Resumo

Introdução:Dilemas morais são ferramentas tradicionalmente utilizadas na bioética, no intuito de realizar intervenções com diferentes públicos da sociedade, promovendo a comunicação com os aspectos geradores de vulnerabilidades. Esses utilizados para debater questões ambientais como o “Dilema dos Moranguinhos com Agrotóxicos”, com jovens e adolescentes. Para este público alvo é necessário considerar a possibilidade de que a comunicação seja um fator limitante. Assim o presente estudo testou a hipótese de que o teatro poderia ser apresentado como uma ferramenta eficiente de comunicação, capaz de proporcionar vivências e exposição a problemas, que efetivam a conscientização e a construção de um cidadão ativo, sensível e responsável nas tomadas de decisões.

Objetivo:subsidiar a elaboração de um script de uma peça de teatro, esta usada em uma ação da Bioética Ambiental no ambiente escolar.

Metodologia:Revisão integrativa, a partir do motor de busca a respeito dos recursos de comunicação que bioética tem usado nas intervenções com a sociedade. Para tanto foram utilizados os descritores “Intervenção Bioética” e “Bioética escola”, resgatando os 100 primeiros resultados, acrescida de uma pesquisa de exploração descritiva dos elementos apresentados no dilema, como a problemática da utilização dos agrotóxicos na produção de hortifrútis, a exploração do trabalho infantil, o consumo de produtos orgânicos, a produção dominante de produtos agrícolas e a sua pressão social para o consumo. Baseado nesta pesquisa foi produzido um script para uma peça teatral, interpretada por crianças do ensino fundamental na faixa etária entre 10 e 12 anos.

Resultados:Com a revisão foram encontrados 656 artigos, dos quais 187 representavam trabalhos práticos e estes categorizados conforme os métodos. Estudos nacionais prevaleceram, destacando os estudos de campo, questionários e entrevistas, principalmente voltadas para estudantes, tema de Saúde, com a maioria das intervenções sendo avaliadas como positivas. Nenhum dos trabalhos práticos fez inferência ao teatro, mostrando assim a falta deste tipo de ferramenta a serem utilizadas como ferramenta, para crianças e adolescentes foi possivel observar que os trabalhos são poucos representativos. Os diários tiveram como tema principal os agrotóxicos, acrescido de legislação, trabalho infantil, agricultura familiar, pobreza, desigualdade social e morangos orgânicos. As práticas de intervenção na escola realizadas neste trabalho permitiram verificar que o teatro poderia servir como uma boa forma de inteção com as crianças e fazer a ponte entre os envolvidos e os conhecimentos a serem passados.

Conclusões:Apesar da bioética estar presente na educação, percebe-se que, em sua maioria, é voltado ao ensino superior. Mas nos últimos anos, começou a ter um aumento de atividades práticas no ensino fundamental, aplicada de forma diferenciada, incluindo em um contexto interdisciplinar. As escolas são locais excelentes para se desenvolver essas atividades, pois as crianças são mais abertas as ideias novas e, em geral, o desconhecido provoca o fascínio aos seus olhos. Assim, envolver crianças como ator gerador de conteúdo é de extrema importância, pois gera maior interesse e comprometimento com os assuntos de bioética.

Palavras-chave:Bioética. Escola. Ensino fundamental. Ferramenta. Teatro.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador