AVALIAÇÃO DOS LIMITES DE RESISTÊNCIA À FRATURA SOB COMPRESSÃO DE DENTES RESTAURADOS COM RETENTORES INTRARRADICULARES CAD/CAM CERÂMICA HÍBRIDA

MARCOLINA, Gabriela1; RACHED, Rodrigo Nunes2;

Resumo

Introdução:O tratamento endodôntico provoca desgaste de grande parte da estrutura dentária. Quando o remanescente não é capaz de oferecer suporte a uma restauração, pinos e núcleos são uma indicação de tratamento, uma vez que oferecem suporte e retenção para uma futura peça protética.

Objetivo:O propósito deste estudo foi avaliar “in vitro” os limites de resistência à fratura sob compressão de dentes restaurados com retentores intrarradiculares de cerâmica híbrida personalizados em CAD/CAM.

Metodologia:Foram selecionados 10 pré-molares humanos monorradiculados superiores ou inferiores hígidos. As coroas foram seccionadas de tal forma que as raízes ficassem padronizadas no comprimento de 13 mm. Após tratamento endodôntico dos canais radiculares, foi simulado o ligamento periodontal com material de moldagem tipo poliéter e foram inclusas em cilindros de PCV (diâmetro 25mm x 30mm comprimento) com resina epóxia. As raízes tiveram seus canais radiculares fragilizados internamente por meio de pontas diamantadas de formato tronco-cônica e receberam os retentores intrarradiculares usinados por CAD/CAM: EN (Vita Enamic, Cerâmica híbrida reforçada com matriz polimérica (Vita Zahnfabrik, Bad Säckingen, Alemanha) Todos os retentores foram cimentados com sistema resinoso autoadesivo (U200, 3M-ESPE). Na sequência, os espécimes foram submetidos a ciclagem térmica, fadiga mecânica e ensaio de força de fratura por carregamento único em máquina de ensaio universal 500Kg-1mm/min.Os padrões de fraturas foram avaliados e classificados quanto ao nível de fratura.

Resultados:Os valores de resistência à fratura foram de 461 à 891N, onde, 40% dos espécimes sofreram fratura envolvendo menos da metade da porção coronária do retentor. Outros 40% tiveram fraturas de mais a metade da porção coronária e ainda uma parte do núcleo envolvida e 20% tiveram falhas catastrófica envolvendo o remanescente dentário.

Conclusões:Os valores de resistência encontrados estão de acordo com a literatura, porém no presente estudo os espécimes tiveram as falhas mais catastróficas, sendo necessário novos estudos que comprovem a utilização do material como retentor intrarradicular.

Palavras-chave:Retentor intrarradicular. Cerâmica híbrida. CAD/CAM.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador