PROPOSTA DE UM MODELO ROBUSTO PARA PLANEJAMENTO DE PRODUÇÃO BASEADO EM PROGRAMAÇÃO LINEAR

HAMASAKI, Katuzi Yuziro1; WOLLMANN, Rafael Rodrigues Guimaraes2;

Resumo

Introdução:Empresas que utilizam dos métodos e ferramentas propostas por modelos de planejamento e controle da produção, como o material requirement planning (MRP), o MRP II e o enterprise resource planning (ERP), enfrentam dificuldades ao se depararem com cenários de incerteza, provenientes da natureza fluída do mercado e das organizações. Desde a década de 50, pesquisadores propõe abordagens puramente matemáticas, baseando-se em programação linear para modelar o cenário de tomada de decisões das empresas, e com base nesses modelos, este estudo propõe um arquétipo que seja aplicável aos variados contextos empresariais de planejamento e controle da produção.

Objetivo:O objetivo do presente estudo é (i) fornecer uma ferramenta robusta de planejamento de produção que compatibilize um modelo de programação linear com um modelo de cálculo de capacidade, conforme Karmarkar (1989) e Sampaio et al. (2017), e desse modo (ii) formular um modelo robusto de planejamento de produção que leve em conta a variabilidade dos parâmetros de planejamento de produção, (iii) seja de fácil utilização, e (iv) tenha baixo custo computacional.

Metodologia:Conforme indicado no planejamento de atividades da pesquisa, este trabalho teve início na instrução do pesquisador com os orientadores, quanto aos seguintes tópicos, (i) os problemas do planejamento e controle da produção; (ii) programação linear robusta; (iii) modelos robustos para planejamento da produção. Desenvolveu-se estudos de livros, artigos e teses, assim como experimentação numérica e adequação de modelos matemáticos já propostos. Para tanto, (i) utilizou-se da base de dados Elsevier Scopus; (ii) o estudante foi capacitado para utilizar o software Lingo; (iii) foram adaptados modelos matemáticos de estudos anteriores, como de Sampaio et al; (v) analisou-se as alterações dos resultados obtidos através do software. Iniciou-se então o desenvolvimento das atividades práticas de (i) levantamento de dados, em entrevistas com os colaboradores e gestores da empresa participante da pesquisa; (ii) registrou-se os dados obtidos em planilha eletrônica, sem tratamento inicial; (iii) o modelo foi então estruturado, conforme as necessidades do processo estudado; (iv) compilou-se os dados obtidos, sendo registrados e organizados na planilhas eletrônica vinculada ao modelo, lapidando-se algumas informações para que se adequassem a modelagem matemática; (v) testou-se o comportamento das restrições e parâmetros reestruturados, sendo necessário o ajuste de alguns itens; (vi) foi simulado então o cenário dos dados obtidos com variação na demanda; (vii) registrou-se os resultados; (viii) analisou-se os planos de produção obtidos através do modelo matemático de programação linear.

Resultados:Propõe-se um modelo de planejamento da produção, com robustez apenas no parâmetro de demanda. Serão apresentados os resultados do modelo para todos os cenários do conjunto de valores definidos para este parâmetro, para que seja possível comparar as diferentes realizações sugeridas, contudo, as pesquisas que precedem este estudo, apresentaram um modelo já formulado para a realização do pior cenário possível.

Conclusões:O modelo foi capaz de apresentar uma solução robusta, mantendo a factibilidade do problema proposto, dentro das restrições consideradas, permitindo que a empresa possa se planejar quanto a variações na demanda ao longo dos períodos previstos na sua janela de planejamento.

Palavras-chave: Pesquisa Operacional. Programação Linear Robusta. Planejamento. Programação e Controle da Produção.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador