ESTUDO DE ADIÇÃO DE NANOTUBOS DE CARBONO EM ARGAMASSAS DE CIMENTO PORTLAND – ESTUDO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÂO

SANTOS, Rafaela Silveira dos1; MARCONDES, Carlos Gustavo Nastari2;

Resumo

Introdução:O interesse pelo estudo e crescimento meticuloso de objetos de proporcionalidade manométrica, especificamente pelos nanotubos de carbono, é relativamente novo no campo da engenharia civil. Seu início foi associado à palestra dada em 1959, pelo físico americano Richard Feynman titulada de “Há mais espaços lá embaixo”. O nanotubo de carbono formado por folhas de grafeno, configura-se como um elemento de boas características mecânicas. Devido a essas propriedades, estão sendo testados sua adição em vários campos da ciência a fim de se obter melhores desempenhos no comportamento dos materiais.

Objetivo:Nessa pesquisa, estará sendo avaliado as mudanças causadas pela adição de porcentagens e 0,05%, 0,07% e 0,10% de nanotubo de carbono, às argamassas de cimento Portland, em relação a sua resistência a compressão.

Metodologia:Primeiramente, para a realização do ensaio, fez se a dispersão na água do nanotubo, com adição do aditivo ADVA 525, e com o auxilio do equipamento de ultrassom – o qual ficou ligado por 15 minutos -, em seguida deixou descansar por 24 horas. Após esse procedimento, inseriu-se no misturador a areia e cimento, seguindo a NBR 13276 e 7225, e prosseguiu-se com a moldagem dos corpos de prova. Seguidos 28 dias, fez-se o capeamento destes e após 3 dias o rompimento na prensa de 20 t. Por conseguinte, foram obtidos os resultados e foi elaborada uma análise.

Resultados:Para a amostra base, sem adição, obteve-se uma resistência média de 39,823 MPa. A amostra com 0,05% resultou em 47,847 MPa, a de 0,07% obteve-se 53,747 MPa e para a de 0,10% foi de 55,954 MPa. Assim, conclui-se que nessas condições de ensaio, com relação a/c 0,4 e 0,5% de aditivo, que a adição de 0,07% de nanotubo foi a que apresentou melhor desempenho no ensaio de compressão, sendo esse valor de 26% a mais em relação a amostra sem NTC.

Conclusões:Os resultados obtidos foram satisfatórios e provaram o intuito da pesquisa, a de comprovar que a adição de nanotubo de carbono corroboram para o aumento da resistência a compressão da argamassa. O experimento foi executado conforme os requisitos das normas estudadas, o laboratório ofereceu todos os aparatos para o sucesso da pesquisa e orientador forneceu todo auxilio para o desenvolvimento do projeto.

Palavras-chave: Argamassa. Cimento Portland. Nanotubo de carbono. Resistência a compressão.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador