CULTIVO DE CÉLULAS DH82 COMO FERRAMENTA PARA ESTUDO DE CÉLULAS GIGANTES TUMORAIS

OLIVEIRA, Jacqueline Lima de1; BECHARA, Gervasio Henrique2;

Resumo

Introdução:O Histiocitoma Fibroso Maligno é uma neoplasia incomum em cães. Essa neoplasia possui um prognóstico desfavorável com alta taxa de mortalidade e se apresenta de duas formas: localizada, com tumores únicos ou múltiplos, infiltrados, de índice metastático moderado a alto, localizados em diversos tecidos do organismo; e disseminada, que surge quando os sítios primários são drenados por via linfática e se alastram para órgãos secundários.

Objetivo:O objetivo do presente trabalho foi, através da cultura de células DH82 originadas do histiocitoma maligno canino, propor um amplo estudo a respeito de uma função específica dos histiócitos na resposta imune: seu potencial fagocítico, e compará-lo com o de macrófagos derivados de monócitos do sangue periférico.

Metodologia:Para realização desse estudo, foram utilizadas células DH28 originadas de um histiocitoma canino; essas células foram cultivadas em suas formas mono e multinucleadas, e receberam IL-4 adicionada em seu meio de cultivo celular, com o propósito de gerar sua forma gigante multinucleada. A próxima etapa foi a avaliar o potencial fagocítico dessas células neoplásicas; para isso, elas foram expostas a partículas de Zymosan coradas com FITC, e adquiridas em citômetro de fluxo. Com a citometria foi possível determinar a porcentagem de células que internalizaram ou não as partículas.

Resultados:Como resultado do experimento foram obtidas uma média de 95,79% de células mononucleares que fagocitaram as partículas de Zymosan e de 95,89% de células gigantes com esse mesmo potencial, não havendo diferença significativa entre as duas formas da célula. Com essa pesquisa foi possível determinar que o potencial fagocítico das suas células originárias, os macrófagos, está presente nas células DH82 e DH82 gigantes, potencial este que provavelmente seja responsável, pelo menos em parte, pelo prognóstico desfavorável dessa doença.

Conclusões:Com esse estudo, mais conhecimento sobre as células neoplásicas derivadas do histiocitoma maligno e as células gigantes multinucleadas será colocado à disposição de pesquisadores e profissionais da área, possibilitando uma maior compreensão da progressão clínica da doença e do seu prognóstico.

Palavras-chave:DH82. Neoplasia. Macrófago. DH28 gigante.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador