DESCREVER FLUXOS DE TRABALHO RELACIONADOS ÀS VARIÁVEIS PERTINENTES E RELEVANTES EXISTENTES NO AMBIENTE DE CC, REFERENTES AO RISCO DE LESÃO POR POSICIONAMENTO PERIOPERATÓRIO

PEDROSO, Dariana de Freitas1; RODRIGUES, Ana Luzia2;

Resumo

Introdução:A diversidade das situações e técnicas que compõem os processos cirúrgicos representam um relevante desafio para o enfermeiro gestor do cuidado no Centro Cirúrgico. Clientes cirúrgicos são vulneráveis a desenvolver lesão por posicionamento perioperatório; mesmo procedimentos planejados para serem curtos na duração pode tornar-se longo inesperadamente. Portanto, esses clientes devem ser cuidadosamente avaliados pelo enfermeiro a fim de identificar as variáveis envolvidas, planejar e implementar medidas protetivas no momento do posicionamento

Objetivo:Descrever os fluxos de trabalho relacionados as variáveis pertinentes e relevantes existentes no ambiente de centro cirúrgico, referentes ao risco de lesão por posicionamento perioperatório

Metodologia:Esta pesquisa utilizou a técnica de observação estruturada, não participante, individual e sistemática, associada ao Procedimento Operacional Padrão da instituição denominada nesse estudo de hospital 2. As observações do fluxo de trabalho iniciaram no momento da transferência do cliente da maca para a mesa cirúrgica e finalizaram após a transferência da mesa cirúrgica para a maca, e foram registradas em um roteiro de observação elaborado pela pesquisadora com base na literatura sobre o tema

Resultados:foram observados 8 fluxos de trabalho dos seguintes procedimentos: artrodese coluna lombar; pieloplastia unilateral D; microcirurgia para tumores intracranianos; descompressão medular; prostatectomica radical por videolaparoscopia; hérnia de hiato por videolaparoscopia; ablação prostática a laser; artroplastia total de quadril E. Por se tratar de procedimentos complexos, envolvendo diversas variáveis, exigiu atenção dos profissionais no momento do posicionamento cirúrgico, para evitar lesões por posicionamento perioperatório. Nas observações, evidenciou-se que reduzida utilização de protetores para o posicionamento cirúrgico, a não adoção de protetores específicos. O avanço tecnológico contribuiu para a criação de dispositivos que visam a segurança e proteção do cliente durante o procedimento anestésico-cirúrgico. Em nossa realidade, questões políticas, econômicas e sociais enfrentadas pela saúde em nosso país, não permitem que muitos serviços disponibilizem tais recursos tecnológicos, o que certamente interfere nos resultados da qualidade da assistência. Por outro lado, existem recursos com custos menores que podem ser adotados, lembrando que as lesões por posicionamento depende de muitas variáveis.

Conclusões:A observação e descrição dos fluxos de trabalho relacionados às variáveis pertinentes e relevantes existentes no ambiente de centro cirúrgico referentes ao diagnóstico de enfermagem risco de lesão por posicionamento perioperatório, poderá apoiar o enfermeiro em sua tomada de decisão no momento de posicionar o cliente.

Palavras-chave:Posicionamento cirúrgico. Enfermeiro de centro cirúrgico. Tomada de decisão

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador