PERCEPÇÃO E DECISÕES DO PRODUTOR DE LEITE SOBRE A OCORRÊNCIA DE CLAUDICAÇÃO EM SEU REBANHO

OLLHOFF, Christian Kenji1; OLLHOFF, Rudiger Daniel2;

Resumo

Introdução:A claudicação ocasiona perdas econômicas para a indústria de leite e é uma das principais preocupações considerando o bem-estar animal e a produtividade. A percepção sobre a prevalência de problemas relacionados à claudicação em propriedades rurais produtoras de leite difere consideravelmente entre o produtor e o técnico. O produtor tende a subestimar a prevalência de claudicação. Uma maneira de conseguir facilitar o trabalho do consultor técnico, que visa diminuir os problemas de saúde do rebanho, seria procurar compreender as percepções, as formas de decisão dos produtores de leite.

Objetivo:O objetivo deste projeto foi elaborar um questionário aplicado a produtores de leite do estado do Paraná para responder as seguintes questões: a) Qual a importância da saúde do locomotor das vacas em sua propriedade; b) Quais os critérios usados para a tomada de decisões, que afetam a saúde de seu rebanho; c) Quais as barreiras consideradas para implementar ações para melhorar a saúde do locomotor de suas vacas.

Metodologia:Foi utilizado um questionário próprio elaborado pelo estudante de iniciação científica, para avaliar a percepção do produtor de leite, respondendo aos objetivos do trabalho. Para fundamentar parte das perguntas e interpretação do questionário, foi utilizada a Theory of Planned Behavior de Ajzen (1981, 1991). O questionário foi avaliado em um teste piloto por quatro produtores de leite do estado do Paraná. Após esta avaliação, o questionário foi enviado para demais produtores de leite do estado do Paraná. O questionário é composto de perguntas abertas e fechadas. Os resultados obtidos foram tabulados, realizado uma análise estatística qualitativa descritiva (média e frequência relativa).

Resultados:Foram encaminhados e entregues 200 questionários. O retorno foi de somente 10 questionários (5%). 90% dos respondentes foram do sexo masculino com média de idade de 37 anos. A média de anos de experiência com produção de leite bovina é de 18,2 anos. O número médio de vacas em lactação foi de 213,3 com uma média de produção de leite de 31,4 litros/vaca/dia. Os prejuízos apontados mais comuns causados pela claudicação foram primeiramente a baixa produção de leite (90%), a baixa fertilidade (90%), o aumento no número de descartes precoces (90%), o baixo valor da vaca no descarte (90%) e a baixa conversão alimentar (90%). Os maiores empecilhos apontados pelos respondentes para controlar a claudicação no rebanho foram a falta de ferramentas, falta de equipamentos, relativa falta de mão de obra para o controle da claudicação, assim como recursos financeiros escassos.

Conclusões:Os produtores de leite consideram que a claudicação é um fator importante no rebanho, que necessita ser controlado. Como critérios para a decisão de controlar a claudicação, parecem considerar como motivos importantes o aumento da produção de leite, diminuição de outras doenças e como parte de sua responsabilidade social. Os maiores problemas enfrentados para o controle da claudicação parecem estar relacionados à deficiências na infra-estrutura técnica. Uma educação sobre a importância da claudicação e seus retornos econômicos, caso prevenida, poderia ser uma medida a ser implantada, quebrando com possíveis paradigmas do produtor de leite.

Palavras-chave:Claudicação. Bovino de leite. Comportamento do produtor.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador