A UTILIZAÇÃO DO JORNALISMO LITERÁRIO NA CONSTRUÇÃO DE REPORTAGENS SOBRE A COMUNIDADE SURDA NA TELEVISÃO BRASILEIRA

SILVA, Izabelly Lira Gonçalves da1; CAMARGO, Paulo Roberto Ferreira de2;

Resumo

Introdução:A presente pesquisa trata sobre a utilização das técnicas do jornalismo literário na construção de reportagens sobre a comunidade surda na televisão brasileira, visto que esta parcela da população representa 5,2% dos habitantes do Brasil.

Objetivo:O objetivo principal da investigação é analisar como tais recursos podem ser utilizados para a construção de matérias abrangentes e que respeitam o local de fala da comunidade surda.

Metodologia:Para atingir o objetivo, foi utilizado o método de análise de conteúdo para averiguar detalhadamente dois produtos audiovisuais. O primeiro deles é uma reportagem do Fantástico, programa da Rede Globo, intitulada Aluno surdo ganha apoio da turma: professora incluiu libras no currículo: Webert não conseguia acompanhar as aulas e não interagia com os colegas até quando viu que a turma toda usava a linguagem de sinais. O segundo é uma matéria do Profissão Repórter, também da Rede Globo, intitulada Deficientes auditivos e visuais: deficientes visuais e auditivos mostram dificuldades e superação. Além deste método, foi utilizada também a entrevista como forma de análise. Para unir os dois lados da investigação, os surdos e o jornalismo, foi entrevistada Roberta Savedra, que é jornalista e pertencente à comunidade. Para compreender a análise, foram criadas quatro categorias, de acordo com as técnicas do jornalismo literário, e uma escala de avaliação de três pontos, devidamente justificadas e explicadas nesta investigação.

Resultados:Foi provado, por meio da investigação, que as técnicas do jornalismo literário podem ser utilizadas na construção de reportagens de televisão para a comunidade surda pois permeiam imersão, contextualização de informação, uma desconstrução do jornalismo tradicional e uma ampla visão da realidade, garantindo o local de fala desta parcela da população.

Conclusões:As técnicas do jornalismo literário, unidas com as narrativas televisivas, são a chave para a representação da população surda na mídia, pois permitem tanto ao receptor, pertencente à comunidade ou não, um entendimento maior da realidade.

Palavras-chave: Jornalismo Literário. Comunidade Surda. Televisão. Local de Fala

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador