FORMAÇÃO CONTINUADA DO FORMADOR PEDAGOGO

RAMOS, Daniele Vielgosz1; PORTILHO, Evelise Maria Labatut2;

Resumo

Introdução:Este relatório final do PIBIC é decorrente da pesquisa Aprendizagem e Conhecimento na Identidade Profissional do Pedagogo.

Objetivo:O objetivo geral desta pesquisa é analisar as estratégias de formação continuada empregadas pelo pedagogo no trabalho com os professores. Os objetivos específicos são: i) Aprofundar conhecimentos que fundamentam a formação continuada de pedagogos. ii) Identificar estratégias de formação continuada do pedagogo; iii) Levantar possíveis caminhos a serem tomados pelos pedagogos na formação do professor.

Metodologia:A metodologia utilizada para a realização desta pesquisa é qualitativa, na visão fenomenológica hermenêutica. O contexto da pesquisa foi um programa de formação continuada, com 8 encontros quinzenais realizados na PUCPR, com temas diversificados referente ao ambiente escolar. Os participantes são 16 pedagogos provenientes das redes pública e privada de ensino e atuantes em diferentes níveis. Como instrumentos de pesquisa foram utilizadas as entrevistas semiestruturadas e a tarefa do 3° Encontro de Formação Continuada.

Resultados:Os resultados indicam um grupo com predomínio do sexo feminino, todos com formação em Pedagogia, 15 com especialização, 4 com mestrado e um cursando doutorado, e todos com experiência pedagógica na escola. Os participantes revelam participar ativamente das formações continuadas dos professores de suas escolas, por meio da organização, planejamento e preparação. As estratégias de formação mais utilizadas por este grupo de pedagogos são cursos previamente selecionados, reuniões com os professores, assessorias individuais e semanas pedagógicas. Algumas dessas modalidades de formação são elaboradas pelas secretarias (estado ou municipais), e chegam às escolas de maneira mecânica e com ênfase na técnica, isto é, no fazer pelo fazer. E outras formações são realizadas por meio da demanda e da urgência dos professores, sendo o pedagogo responsável pela organização, planejamento e preparação. Sobre a inserção das tecnologias educacionais nas formações de professores pode-se perceber que grande parte dos pedagogos faz o uso delas no trabalho com os professores, por meio dos diários onlines, cursos, salas do google, entre outros. Porém ainda há uma grande relutância dos professores mais antigos à inserção dessas tecnologias.

Conclusões:Desse modo pode-se afirmar que há uma melhoria no processo de ensino e aprendizagem quando o pedagogo acompanha o professor.

Palavras-chave: Formação Continuada. Pedagogo. Aprendizagem. Estratégias. Educação básica.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador