AVALIAÇÃO DAS CERÂMICAS FABRICADAS UTILIZANDO AREIA DE FUNDIÇÃO E MICROESFERA DE VIDROS

MEDICE, Gustavo Henrique1; KUCHTA, Ana Luciele 3; KAMINARI, Nice Mika Sakamoto2;

Resumo

Introdução:Diversos resíduos são gerados através do processo de manufatura de produtos todos os dias, estes mesmos podem ser reutilizados com fim de minimizar o custo de novos produtos bem como minimizar o impacto ambiental que seria gerado com o não reaproveitamento do mesmo. Em função da quase inexistência de modelos matemáticos que se adaptem ao sistema e de sua complexidade, optou-se pela utilização de técnicas estatísticas, o Planejamento Fatorial Completo, para a obtenção das respostas desejadas em função da quantidade de resíduos e temperatura. A maior motivação deste trabalho vem do potencial de aplicação que um material descartado possa novamente ser utilizado em um novo processo, no caso, a areia de fundição na fabricação de materiais cerâmicos, evitando problemas de contaminação no meio ambiente, contribuindo assim para decisões ecológicas e econômicas.

Objetivo:Estudar a aplicação de Micro Esferas de Vidro e Areia de Fundição junto da Argila para gerar materiais cerâmicos, analisando os estatisticamente a retração dos mesmos a fim de validar os resultados.

Metodologia:Utilizar-se-á micro esferas de vidro e areia de fundição rejeitos de indústrias, argila e água para gerar uma pasta cerâmica que será prensada, seca e queimada para gerar blocos cerâmicos, os quais serão medidos e pesados para realizar a análise estatística através de um software estatístico, com este encontra-se a influência de cada variável na retração das amostras.

Resultados:As retrações das amostras dependem principalmente das quantidades de micro esferas e da areia de fundição, e pouco da temperatura empregada no processo de queima, encontrou-se a equação que caracteriza cada um dos efeitos de retração. Algumas composições tornaram as amostras frágeis e porosas, de forma que sua utilização das mesmas na indústria se torna inviável.

Conclusões:A composição de 35% de micro esferas de vidro com 10 % de Areia de Fundição, 55 % de Argila queimadas a 900ºC mostrou-se a melhor das hipóteses geradas, a mesma pode ser estudada para aplicação na indústria a fim de minimizar o custo de matéria prima de materiais cerâmicos e dar utilidade a estes resíduos.

Palavras-chave: Microesfera de vidro. Areia de Fundição. Materiais Cerâmicos. Análise Estatística. Planejamento Fatorial Completo.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador