AVALIAÇÃO DA USABILIDADE DE SOFTWARE PARA A ANÁLISE DE DADOS QUALITATIVOS EM PESQUISAS EDUCACIONAIS

GONÇALVES, Thamyres Kinaski1; VOSGERAU, Dilmeire Sant Anna Ramos2;

Resumo

Introdução:A pesquisa de caráter qualitativo é um processo de análise e reflexão da realidade e, o tratamento de seus dados, são a sua essência. Contudo, para a interpretação dos dados, existem etapas que demandam um longo período de tempo e muita organização por parte do pesquisador. Em vista disso, o uso de softwares pode auxiliar o pesquisador nessa etapa.

Objetivo:Comparar a usabilidade e a aprendizagem de 4 softwares de análise de dados qualitativos (ATLAS.ti, NVivo, MAXQDA e IRAMUTEQ) em pesquisas educacionais.

Metodologia:Foram analisados dois textos, um vídeo e um áudio cedidos pela professora, dados extraídos da disciplina de Análise de Dados Qualitativos. E também, quatro imagens, print screen, da tela dos sites dos fabricantes dos softwares. Os softwares, ATLAS.ti, NVivo e MAXQDA foram utilizados nas versões testes, enquanto o IRAMUTEQ que é um software gratuito foi instalada a versão original. A aprendizagem do uso dos softwares foi por meio de materiais de apoio encontrados online, como vídeos no youtube, manuais de instruções e informações disponíveis nos sites dos softwares. Durante o uso do software foi feito um diário de bordo, por meio do qual foram sendo registradas todas as dificuldade e facilidades do uso. Na sequência, estas anotações foram analisadas e comparados. As anotações se referem à: interface do site, características dos softwares e resultados obtidos com o uso de cada software.

Resultados:Os softwares, apesar de possuírem as mesmas finalidades, apresentam diferentes limitações e dificuldades para os estudantes que não apresentam o domínio do uso desses instrumentos. Foi possível observar que apesar das instalações dos softwares ser em inglês, todos apresentam versões em português de suas interfaces, o que facilita para os pesquisadores que não dominam outros idiomas. Em relação as versões utilizadas serem para testes, o tempo, no caso do software NVivo e MAXQDA, pode ser um fator limitante do tratamento de dados, pois são disponibilizadas apenas algumas semanas para utilizá-los. No caso do ATLAS.ti o limite se dá pela quantidade de fonte de dados, códigos e citações. sendo que é necessário destinar também, um tempo para aprender a usá-los. Apesar do IRAMUTEQ ser gratuito, e assim, não existir limites para o seu uso, é possível analisar apenas corpus textual, enquanto o ATLAS.ti, NVivo e MAXQDA analisam também, vídeos, áudios e imagens.

Conclusões:Existe uma carência no ensino sobre pesquisa qualitativa e do tratamento de seus dados, durante a graduação. Para auxiliar o pesquisador no desenvolvimento e no tratamento de dados, de forma mais organizada e rápida, os softwares são ferramentas ideias. Mas ainda assim, não alteram a qualidade dos dados da pesquisa, isso depende inteiramente da formação do pesquisador.

Palavras-chave: Pesquisa qualitativa. Análise de dados. Softwares.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador