O CARISMA DE PROFECIA NA PERSPECTIVA DO DIÁLOGO CATÓLICO-PENTECOSTAL

SANTOS, Cleverson Andreis dos1; MACANEIRO, Marcial2;

Resumo

Introdução:Na eclesiologia de fonte bíblica, afirma-se o caráter profético da Igreja como Povo de Deus, consagrado e enviado para anunciar o Reino de Deus segundo o Evangelho. Este caráter profético da Igreja não é fato autônomo, mas sim participação na missão profética de Jesus Cristo, sob a guia do Espírito Santo que O ungiu e que foi dado à Comunidade posteriormente em Pentecostes. As comunidades cristãs exercem a profecia basicamente de dois modos: como testemunho (martyria) e como carisma (charisma) ambos sob a ação do Espírito Santo.

Objetivo:Analisar os fundamentos teológicos do carisma de profecia e suas distintas expressões, no documento “Carismas na vida e na missão da Igreja” (Documento VI do Diálogo Internacional Católico-Pentecostal).

Metodologia:A metodologia utilizada em nossa pesquisa parte da análise bibliográfica das fontes levantadas e selecionadas, sob as palavras-chave de carisma, profecia e carisma profético. Quanto à área de estudo, tendo em vista a análise de conteúdo da literatura selecionada e lida, circunscreve-se no campo da Pneumatologia (Teologia do Espírito Santo), com foco específico no tema carisma de profecia, tal qual discorrido pela CIDCP no Documento VI.

Resultados:Os resultados indicam que; o Documento VI sobre Carismas na vida e na missão da Igreja, representa uma busca ecumênica por um entendimento comum da ação do Espírito Santo na Igreja através dos carismas. Nosso foco principal nesta pesquisa é o carisma de profecia, visando sua base teológica, expressões e como se manifestam na vida e experiência do povo de Deus; seja na vida interior em cada indivíduo, seja na atuação em meio a toda comunidade. Fica claro, ainda, o quanto importa incluir os carismas na tematização eclesiológica, compreendendo juntos os elementos essenciais da Igreja como Povo de Deus habitado pelo Espírito Santo para servir ao Reino de Deus na terra. Neste sentido, o dom de profecia sempre esteve presente entre o Povo de Deus, entre o Povo de Israel por meio de seus profetas, e presente na vida e ministério de Jesus e em toda comunidade da Igreja Primitiva.

Conclusões:A pesquisa do Documento VI apontou-nos a uma direção de convergência, considerando cada ênfase das denominações envolvidas como distinções complementares. A experiência pentecostal e católica dos carismas não nega-se mutuamente, mas confirmam sua base comum e apontam para a preocupação de exercício maduro e eclesial dos dons. Observamos também a ministerialidade como horizonte de valoração e prática de todos os carismas, destinados a servir efetivamente a Comunidade, ainda, que todo dom carismático tem um alcance hierárquico pelo ministério (serviço) exercido na Igreja, de modo ordenado; e que todo dom hierárquico tem um alcance carismático, pois o exercício ministerial pela Ordem não é apenas gestão funcional, mas participação no ministério de Jesus pela Unção do Espírito Santo.

Palavras-chave: Profecia. Carismas. Profética. Católicos. Pentecostais.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador