ANÁLISE HISTÓRICA DO PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR: UM ESTUDO DE CASO DA ALIMENTAÇÃO DE COMERCIÁRIOS DA CIDADE DE CURITIBA (1980-2018)

HOTZ, Karoline1; RIBEIRO, Cilene da Silva Gomes2;

Resumo

Introdução:Diante do agravamento dos problemas sociais ocorridos em 1970, foram criados programas compensatórios voltados para atender as necessidades básicas dos indivíduos, sendo uma de suas linhas expandir a cobertura para trabalhadores de baixa renda. Assim, criou-se o programa de alimentação do trabalhador (PAT) com o objetivo de melhorar o estado nutricional, aumentar a produtividade e reduzir os acidentes de trabalho e o absenteísmo de trabalhadores brasileiros.

Objetivo:Realizar levantamento historiográfico sobre o impacto de fatores sócio-econômico-culturais na distribuição de alimentação aos comerciários atendidos através do programa de alimentação do trabalhador, entre 1980 a 2018, pelo Serviço Social do Comércio.

Metodologia:A metodologia utilizada baseou-se em uma revisão integrativa a qual envolveu a leitura e análise de livros, artigos extraídos da base bibliográfica do Scielo®; além de cardápios e documentos referentes a alimentação dos trabalhadores atendidos pelo SESC Curitiba. Tais documentos foram selecionados pelo nutricionista do local, a qual concedeu entrevistas gravadas, resultando na coleta de dados por meio do método de história oral.

Resultados:A história política e social do Brasil, em toda mudança de governo e de desestabilizações da economia, além do contexto de troca de poder, impactou no acesso de alimentos à população, bem como na alimentação disponibilizadas a trabalhadores. Medidas governamentais, tais como o ágio para alimentos e índices inflacionários foram fatores econômicos que influenciaram na elaboração dos cardápios e na distribuição da alimentação. Com o surgimento dos restaurantes por quilo, ainda, influências nos modos de atendimento da alimentação ao trabalhador comerciário também se alteraram, fazendo com que o SESC Curitiba passasse a oferecer autosserviço. Com as alterações dos parâmetros nutricionais estabelecidos pelo Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), a partir do ano de 2004, determinando aportes calóricos menores, modificações na alimentação ofertada aos comerciários também ocorreram.

Conclusões:O SESC não só assistia todas as mudanças políticas e econômicas ocorridas ao longo das décadas dos séculos XX e XXI, mas também construía suas ações de apoio aos comerciários a partir das mesmas. Pautado nas necessidades dos seus usuários, mudou composição de cardápios e modalidades de serviços, adequou valores, mudou fornecedores, ampliou e cumpriu exigências de qualidade. A efetividade do SESC Curitiba em dispor de refeições que atendessem as demandas nutricionais propostas pelo PAT, valorizando o consumo e acesso de alimentos ao trabalhador, com qualidade, segurança e valorização tem se dado ao longo de toda sua história.

Palavras-chave:Alimentação. Trabalhador. SESC. Programa de Alimentação do Trabalhador

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador