PERFIL DE USUÁRIOS DE RESTAURANTES POPULARES EM CURITIBA

MENDES, Nathalia Ferreira1; MOYSÉS, Simone Tetu 3; MOYSES, Samuel Jorge2;

Resumo

Introdução:O acesso permanente e universal à alimentação suficiente e de boa qualidade é essencial para a saúde e um direito humano, conforme diretrizes internacionais de segurança alimentar. Os Restaurantes Populares (RP) são parte da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Curitiba tem cinco RP em diferentes bairros da cidade. Avaliar o perfil dos usuários dos RP de Curitiba permite reconhecer aspectos importantes quanto à demanda/oferta e garantia do direito prioritário à alimentação adequada, para populações fragilizadas que se encontram em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social na cidade.

Objetivo:Avaliar o perfil sociodemográfico e econômico, bem como características de vulnerabilidade e insegurança alimentar dos usuários dos RP de Curitiba.

Metodologia:Estudo quantitativo, observacional, transversal, realizado com usuários dos RP de Curitiba/PR (Matriz, Sítio Cercado, Cidade Industrial de Curitiba, Pinheirinho e Capanema). Foram entrevistados 314 usuários com mais de 18 anos, divididos proporcionalmente entre os cinco RP, de acordo com o número estimado de usuários. Foi aplicado um questionário contendo informações sociodemográficas (idade, sexo, escolaridade, estado conjugal); vulnerabilidade social (local e tipo de moradia, número de pessoas no domicílio, risco sanitário-ambiental incluindo a não disponibilidade de água encanada, rede de esgoto e coleta de lixo, situação de trabalho, renda familiar, beneficiário de programas sociais); vulnerabilidade familiar (existência de um ou mais filhos menores fora da escola, jovens desempregados em casa, adultos sem educação fundamental, possibilidade de satisfação das necessidades básicas); uso do restaurante popular (frequência de uso, acessibilidade frente ao custo da alimentação, motivo do uso); além da avaliação de situação de insegurança alimentar cotidiana. A descrição de distribuição de frequências e análise fatorial (Análise de Componentes Principais) foram utilizadas para caracterizar o perfil e as vulnerabilidades dos usuários, de acordo com o RP estudado.

Resultados:A maioria dos usuários entrevistados era formada por pessoas do sexo masculino, trabalhadores ou aposentados que moram sozinhos, com idade média acima de 50 anos, com ensino fundamental e médio e renda familiar de até R$ 3.000,00. A maioria apresentou perfil marcante de vulnerabilidade social e familiar, assim como a insegurança alimentar afetou uma parcela importante dos usuários. O preço acessível da refeição e a condição de morar sozinho foram importantes motivos para o uso de RP pelos usuários entrevistados em Curitiba. Foram observadas iniquidades no perfil de vulnerabilidades dos usuários dos diferentes RP avaliados.

Conclusões:Os resultados demonstram a contribuição efetiva dos RP em Curitiba como estratégia de garantir alimentação adequada e de qualidade a uma grande parcela da população vulnerável da cidade, ratificando que esta política pública deve ser estimulada.

Palavras-chave:Segurança alimentar. Restaurantes Populares. Vulnerabilidade

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador