AVALIAÇÃO CLÍNICA E CITOPATOLÓGICA DE PACIENTES PORTADORES DA SÍNDROME DA ARDÊNCIA BUCAL

TORNAVOI, Gabriele Zanona1; PEREIRA, Victoria Machado3; SOUZA, Paulo Henrique Couto3; MERLIN, Julio Cesar3; ANGHEBEM, Mauren Isfer3; SILVA, Isabela Maria Vasconcelos3; DONADUZZI, Liziane3; COUTO, Soraya de Azambuja Berti2;

Resumo

Introdução:A Síndrome da ardência bucal é uma condição crônica caracterizada pela presença da sensação de ardência, queimação ou dor na mucosa bucal que, clinicamente, apresenta-se normal. Sua etiologia não está completamente elucidada, mas é considerada multifatorial, destacando-se entre as principais causas estresse, ansiedade e a depressão.

Objetivo:O objetivo da presente pesquisa foi realizar a avaliação clínica e citológica do epitélio da mucosa bucal de pacientes portadores da Síndrome da ardência bucal, correlacionando estes achados.

Metodologia:A amostra foi constituída por 6 pacientes atendidos na Clínica de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, entre os meses de janeiro e maio de 2019. Inicialmente, realizou-se um minucioso exame clínico nos participantes do estudo, em seguida, a citologia esfoliativa em dorso de língua foi realizada. Na primeira consulta os pacientes foram orientados a utilizar a solução de Camomila por 7 dias, de maneira padronizada. Após este período nova citologia esfoliativa foi realizada. Em seguida, as lâminas foram preparadas no laboratório de Citologia do Curso de Farmácia da PUCPR com a coloração de Papanicolau e, avaliadas por um citopatologista.

Resultados:Os resultados obtidos até o presente momento são apresentados por meio da estatística descritiva. Esta pesquisa mostrou que as doenças sistêmicas mais frequentemente presentes nos pacientes diagnosticados com SAB foram o diabetes mellitus, a ansiedade e a depressão. Sendo que, os sintomas mais prevalentes nestes pacientes foram de ardência bucal e xerostomia. Após a análise das alterações celulares relacionadas ao processo inflamatório verificou-se que após o uso da solução de Camomila, os infiltrados inflamatórios diminuíram, o que possivelmente esteja relacionado com o efeito antiinflamatório da Camomila.

Conclusões:A presente pesquisa mostrou que tanto doenças sistêmicas; como o diabetes mellitus, a ansiedade e a depressão; quanto queixas de ardência, xerostomia e hipossalivação mostram uma tendência a correlacionar-se entre si. Além disso, a partir dos resultados iniciais deste estudo, a solução de Camomila mostra-se promissora para o tratamento dos principais sintomas da SAB. Para tanto, é necessária a continuidade desta linha de pesquisa, buscando avaliar uma amostra mais abrangente, com o uso de diferentes concentrações da solução de Camomila, inclusive por um período de tempo maior.

Palavras-chave: Síndrome da ardência bucal. Queimação. Xerostomia.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador