GEORREFERENCIAMENTO DO MOTIVO DE ATENDIMENTO E PERFIL SOCIOECONÔMICO DE PACIENTES ATENDIDOS NO PRONTO SOCORRO DO HOSPITAL CAJURU NOS ANOS DE 2013 E 2014

DELDOTTO, Larissa Vasconcelos1; ORSI, Juliana Schaia Rocha2;

Resumo

Introdução:Estudos de epidemiológicos que tracem o perfil do usuário de pronto-atendimentos são importantes para aumentar a resolutividade do pronto atendimento à população, com a estruturação dos serviços de acordo com a realidade local e às demandas mais frequentes. Sendo uma ferramenta importante para a reorientação de serviços em regiões com maiores necessidades de ações em saúde e relocação de recursos humanos e físicos, visto que identifica geograficamente onde a população é mais atingida.

Objetivo:Analisar a distribuição espacial das regiões que utilizaram o Pronto Socorro do Hospital Universitário Cajuru no ano 2014, perfil socioeconômico e principais motivos de consulta.

Metodologia:Foram avaliados os prontuários dos pacientes atendidos de janeiro a março de 2014, sendo que as variáveis selecionadas para esta etapa foram: idade, sexo, endereço e motivo da consulta (de acordo com o diagnóstico principal) .O georreferenciamento do local de residência dos pacientes atendidos foi realizado com auxílio do Google Maps, sendo que a análise foi feita pelos distritos de Curitiba e região metropolitana. Para caracterização sociodemográfica dos municípios e região metropolitana de Curitiba, foram usados dados secundários dos sites IPPUC, IBGE e CNES. Os dados também foram analisados por meio de frequências e medidas de tendência central utilizando o software SPSS 13.0.

Resultados:Das 2.409 fichas de atendimento analisadas, a média da idade dos pacientes que procuraram o pronto atendimento odontológico foi 29,72 anos (±13,97), metade das consultas foi realizada por homens (50%). A queixa de dor estava presente em 97,4% dos pacientes. Os principais motivos da consulta de acordo com o diagnóstico principal foram casos de abscesso dentoalveolar e pulpite. Referente às cidades em que os pacientes atendidos residiam, 62,5% eram de Curitiba e, os municípios da região metropolitana que apresentaram maior número de atendimentos, em ordem decrescente foram São José dos Pinhais, Colombo e Pinhais. Sendo que as cidades mais próximas de Curitiba foram as que mais usaram o serviço. As regionais da Capital que mais utilizaram o Pronto Socorro foram Cajuru, Boqueirão, Boa Vista e Matriz, regiões com maior aporte populacional. Não foi possível estabelecer nenhuma relação com a condição socioeconômica da região.

Conclusões:As cidades e regionais de Curitiba que mais usaram os serviços foram as de maior proximidade e aporte populacional, respectivamente.

Palavras-chave:Saúde Bucal. Hospital de Emergência. Perfil de Saúde

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador