AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DO TRATAMENTO COM A ASSOCIAÇÃO DE ARNICA MONTANA CH12 E GABAPENTINA EM GATOS COM DOR CRÔNICA

MACHADO, Natalia Podolan Marochi1; PRADO, Luiza 3; PORTUGAL, Fernanda 3; SILVA, Amabilin 3; CAPRIGLIONE, Luiz Guilherme Achcar2;

Resumo

Introdução:A dor é considerada um sinal vital importante e individual que afeta o bem-estar e qualidade de vida a curto e longo prazo. A dor crônica é uma dor continua que permanece por meses ou anos, sendo mais difícil de ser tratada e identificada. Em cães a osteoartite e a doença articular degenerativa (DAD) são importantes condições causadoras de dor crônica. Com o objetivo de auxiliar no diagnóstico de dor, escalas validadas são utilizadas para diagnosticas a dor crônica em cães, através de alterações fisiológicas e comportamentais. A dor crônica, necessita de um tratamento multimodal, e recomenda-se a utilização de técnicas farmacológicas e não farmacológicas.

Objetivo:O objetivo do presente trabalho foi avaliar a efetividade do tratamento com a associação de arnica montana CH12, gabapentina e acupuntura em cães com dor crônica.

Metodologia:Esse estudo foi realizado entre 08/2018-07/2019 (CEUA: 1619), foram selecionados 7 cães, independente de raça, sexo e idade, atendidos na Clínica Veterinária Escola da PUCPR com dor crônica em decorrência de doenças articular degenerativa, osteoartrite e doença de disco intervertebral. Os animais foram submetidos ao protocolo terapêutico durante um período de seis semanas (primeiras 3 semanas foi administrado Arnica Montana CH12 e foi realizado uma sessão de acupuntura por semana, nas últimas três semanas foi adicionada a gabapentina 6,5 mg/kg, em diferentes frequências, 12 em 12 horas na primeira semana, a cada 24 horas na segunda semana, e a cada 48 horas na terceira semana. Os animais foram avaliados, antes de iniciar o tratamento, e semanalmente, antes de cada sessão de acupuntura, totalizando seis avaliações. O escore de dor foi avaliado pela escala de dor de Helsinki. Também era perguntado para o tutor se ele tinha observado alguma melhora com o tratamento e os comentários foram registrados.

Resultados:Nenhum animal apresentou reações adversas com o protocolo utilizado. Foi observado redução no escore de dor crônica ao comparar o período antes da intervenção e após seis semanas em cinco casos avaliados (5/7), entretanto sem diferença estatisticamente significante. Os comentários dos tutores eram feitos semanalmente, todos os animais tiveram comentários de benefícios com o tratamento, principalmente em relação a qualidade de vida.

Conclusões:Foi observado que a associação da acupuntura, gabapentina e arnica montana CH12 promoveram efeitos benéficos no tratamento da dor crônica, e se mostrou eficaz para a maior parte dos animais da pesquisa, entretanto é sempre importante reavaliar o tratamento em andamento, por meio de escalas de dor valiadadas, pois cada animal pode reagir ao tratamento de uma forma distinta, e ajustes no protocolo terapêutico podem ser necessários.

Palavras-chave:Osteoartrite. Escala de dor de Helsinki. Doença articular degenerativa. Acupuntura. Homeopatia.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador