DESENVOLVIMENTO INICIAL DE PLÂNTULAS DE SOJA DE DIFERENTES NÍVEIS DE VIGOR SOB DIFERENTES REGIMES HÍDRICOS

BOUFLEUER, Gabriela Larissa1; MASSING, Vitor Luis 3; BELOTTO, Vitor Hugo Rossetto 3; FERRO, Alfredo Eduardo Melo Meneses 3; SCHNEIDER, Cristina Fernanda2;

Resumo

Introdução:A soja apresenta grande importância mundial, sendo amplamente utilizada na alimentação animal e humana. A qualidade das sementes é fundamental para o sucesso à campo, o qual é influenciado pelas características intrínsecas e extrínsecas à semente. Deste modo, é de grande valor agronômico e científico, o estudo permanente do comportamento de sementes de soja, quando estas podem dispor de diferentes níveis de vigor, e podem ser submetidas a diferentes condições hídricas.

Objetivo:Estudar o comportamento de sementes de soja (Glycine max), com diferentes níveis de vigor em diferentes condições hídricas.

Metodologia:O experimento foi realizado no Laboratório de Fitopatologia e em Casa de Vegetação da PUCPR – Câmpus Toledo, PR. Utilizou-se delineamento experimental em blocos casualisados, com tratamentos arranjados em esquema fatorial de 2x6 (2 níveis de vigor e 6 condições hídricas), totalizando 12 tratamentos e 3 blocos. Foram utilizadas sementes da cultivar NA5909, diferenciando apenas seu vigor. Os testes realizados foram: grau de umidade, massa de mil sementes, germinação, envelhecimento acelerado, índice de velocidade de emergência e massa de matéria verde e seca.

Resultados:Com a condução em vasos na casa de vegetação, as sementes de alto vigor apresentaram os melhores resultados para índice de velocidade de emergência, comprimento de parte aérea, comprimento de sistema radicular, massa de matéria verde e seca o alto vigor detém o melhor resultado à 30% de umidade, enquanto à 35% o baixo vigor sobressai nos resultados.

Conclusões:Os diferentes níveis de vigor dos materiais utilizados apresentaram comportamentos diferenciados quanto a condição de umidade do solo disponível, sendo os melhores resultados apresentados pelas sementes de alto vigor. A condição hídrica do solo está diretamente relacionada com o resultado do comportamento das sementes de soja, uma vez que, os níveis de 10, 15 e 20% são considerados inapropriados para o desenvolvimento inicial da planta, independentemente do nível de vigor. Já os níveis de 30 e 35% são destacados como as melhores condições hídricas presentes no solo para o desenvolvimento inicial das sementes de soja. O nível de 30% de umidade do solo é ideal para o desenvolvimento de sementes de alto vigor e, para as sementes de baixo vigor recomenda-se 35% de umidade no solo.

Palavras-chave:Glycine max. Umidade do solo. Potencial fisiológico.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador