O CONCEITO DE VIVÊNCIA/PEREZHIVANIE NA OBRA DE VYGOTSKI: O ENTENDIMENTO FENOMENOLÓGICO

MOURA, Clovis Eduardo Oliveira de1; RAMON, Paulo Caldas Ribeiro2;

Resumo

Introdução:O estudo sobre a obra vigotskiana tem ganhado notoriedade no ocidente a partir da década de 1980, desde então tem se desdobrado diversas contribuições, no cenário mais recente a partir dos anos 2010 a concepção de perezhivanie/vivência adquiriu maior debate no cenário científico, noção esta que envolve o entendimento acerca da unidade de análise fundamental para a Psicologia Histórico Cultural.

Objetivo:neste estudo temos o objetivo de compreender o conceito de perezhivanie em sua dimensão fenomenológica na obra de Vygotski e as influencias que a nossa relação com a percepção do tempo pode ter sobre os processo da perezhivanie.

Metodologia:as pesquisas de cunho bibliográfico envolveram o entendimento sobre a dimensão fenomenológica da perezhivanie, ou seja, como um processo vivenciado no presente, e como um conteúdo mnemônico, daí a possibilidade de aproximação com a memória como função psicológica cultural, mediadora do comportamento humano, e justamente neste processo psíquico procuramos compreendê-lo em movimento, abordando assim a percepção da temporalidade como uma situação fundamental, no entendimento dos termos psicológicos referentes a perezhivanie/vivência fenomenológica, a memória como uma Função Psicológica Cultural e o entendimento pensador Fredric Jameson que aborda as relações de temporalidade atreladas as relações de Modernidade e Pós-Modernidade

Resultados:os resultados consistiram em compreender a relação de unidade da perezhivanie, seus desdobramentos na temporalidade e os traços qualitativos que marcam profundamento o desenvolvimento da personalidade humana, que além de ocorrer em termo sociais, como a tradição bibliográfica indica, há um traço temporal fundamental, e justamente nesta dimensão é que se manifestam os aspectos qualitativos das funções psicológicas, vivências e constituição da personalidade.

Conclusões:Em linhas gerais as Considerações Finais: indicam para uma ampliação geral da noção de psicologia histórico cultural, permitindo colocar a variável tempo mediante aos condicionantes históricos, permitindo que tenha-se uma metodologia teórica para ser colocada a prova mediante a realidade social, exercício não elaborado na pesquisa.

Palavras-chave: Perezhivanie. Temporalidade. Pensamento Vigotskiano.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador