ESTUDO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS E DE TRIBOCORROSÃO DA LIGA TI – AL – V E DO AÇO INOXIDÁVEL 316L MODIFICADOS SUPERFICIALMENTE ATRAVÉS DE NITRETAÇÃO POR PLASMA.

NICKEL, Bernardo Suplicy1; LAURINDO, Carlos Augusto Henning2;

Resumo

Introdução:As ligas de titânio e de aço inoxidável 316L (AISI316L) umas das ligas metálicas utilizadas na indústria devido a sua boa propriedade mecânicas e uma excelente resistência a corrosão. Contudo não apresenta uma boa resistência ao desgaste corrosivo, provocando liberação íons metálicos no organismo, desse modo podendo ocasionar problemas como inflamações e em casos sérios tendo um aumento na chance de desenvolvimento de câncer. A Usinagem por eletroerosão (Electrical Discharge Machining - EDM) é uma das técnicas utilizada para a modificação de superfície do material em que remove o material através de descargas elétricas. Na superfície em que é usinada sofre uma fina modificação.

Objetivo:Tem por objetivo efetuar diferentes parâmetros de usinagem de modo a observar os efeitos da modificação superficial e avaliar os resultados em tribocorrosão. As amostras de AISI316L foram submetidas a usinagem por eletroerosao (EDM) em diferentes parâmetros

Metodologia:As propriedades de superfície foram analisadas na rugosidade superficialna microscopia eletrônica de varredura, pelo tribometro foi efetuado teste de resistência a atrito e pelo difratograma de raio-X

Resultados:Também foi possível analisar que a segunda condição de usinagem apresenta menor rugosidade que a primeira devido a utilizar devido a não aplicar uma corrente elétrica elevada do que a primeira condição, dessa maneira diminuindo o tamanho dos poros e trincas na superfície do material.Após o ensaio no tribometro foi possível observar com a ajuda do microscópio eletrônico de varredura (MEV), que a camada usinada apresentou em suas trilhas uma pequena massa de material acumulado em sua extremidade, muito diferente da peça não usinada que apresentou uma grande quantidade de material acumulado mostrando que sofreu uma remoção de material devido ao atrito. As duas condições tiveram um resultado semelhante nesse ensaio, em que não apresentam grande remoção de material se sua superfície.

Conclusões:No difrator de raio-x foi possível observar que os espectros gerados nas condições de usinagens em diferentes ângulos, observando que as amostras usinadas tiveram maior número de picos do que a amostras usinada, isso pode ter ocorrido devido a formação de carbonetos na microestrutura da superfície do material.

Palavras-chave:Titanio. Eletroerosão. Tribologia.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador