MICROBIOTA DA MUCOSA CONJUNTIVAL E VAGINAL DE EQUINOS ATENDIDOS NA CLINICA VETERINARIA DA PUCPR, CAMPUS TOLEDO/PR.

HEISS, Júlia Orlando1; GOMIERO, Renne Leonardo Sant Ana2;

Resumo

Introdução:A reprodução tem grande impacto econômico na criação equina e antes de se realizar qualquer inseminação ou monta natural é necessário o exame ginecológico nas fêmeas, pois estão mais suscetíveis a doenças que podem influenciar diretamente na concepção ou gestação acarretando grandes perdas para o agronegócio equino. O sistema ocular não deixa de ser menos importante pois a visão dos equinos é de extrema importância para desenvolver suas atividades, cada dia mais voltadas aos esportes equestres.

Objetivo:A pesquisa microbiológica conjuntival e vaginal é de grande importância devido ao desenvolvimento de algumas doenças. Acredita-se que exista uma microbiota normal, ou seja a adquirida durante a vida, essas bactérias podem ser comensais ou até virem de outros locais e provocarem alguma patologia. Alguma lesão ocular dependendo do seu grau pode afetar a visão do animal, podendo até ser descartado de sua atividade. No sistema reprodutor da égua, o útero é considerado um órgão estéril para gestar; bactérias provindas da vagina por via ascendente podem levar a uma endometrites e até esterilidade do animal. Neste trabalho o objetivo foi pesquisar essa microbiota conjuntival e vaginal de equinos sadios ou com algum tipo de doença.

Metodologia:Foi feita a colheita do material pelo swab e realizada a cultura em dois meios de cultivo Ágar sangue e Ágar Macconkey, após isso realizado a coloração de gram e feita a identificação de cada colônia. Existem muitas variáveis a serem consideradas, como: método de coleta, técnica de estriamento, temperatura, transporte, manejo do animal, sistema imunológico e fisiológico.

Resultados:Observa-se a grande influência dessas variações nos resultados, e para obtenção da classificação de cada bactéria a quantidade de testes bioquímicos foi insuficiente, tornando o trabalho complexo.

Conclusões:A maior quantidade de colônias de bactérias que cresceu foi de cocos gram positivos catalase positiva tanto em swab conjuntival quanto vaginal. De acordo com algumas literaturas pode ser que represente o grupo de Sthapylococcus, pois são comensais de pele.

Palavras-chave:Patologias. Reprodução. Cocos.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador