EFEITOS PSÍQUICOS DO RACISMO E O PAPEL DA PSICOLOGIA

ROSA, Joquebede Pereira Lima1; SANTOS, Abel Ribeiro dos2;

Resumo

Introdução:O racismo é um fenômeno de diversas nuances e desdobramentos, que se faz presente em vários segmentos sociais, inclusive no âmbito familiar. Analisar e apreender sua dinâmica e dimensões pressupõe entender a abrangência semântica do conceito de racismo e aspectos históricos, político-ideológicos, institucionais, intersubjetivos e subjetivos. O papel da psicologia é analisar os efeitos psíquicos ocasionados aos sujeitos pelas práticas do racismo, ao angariar ferramentas oportunas para investigação, avaliação, e intervenção das demandas subjetivas e ou intersubjetivas. Dessa forma, sua intervenção corrobora no enfrentamento dos impactos resultantes do racismo.

Objetivo:Analisar os elementos históricos, conceituais, político-ideológicos e institucionais relacionados ao racismo; compreender os efeitos psicológicos das práticas de racismo; examinar o papel da psicologia no tratamento do fenômeno do racismo.

Metodologia:O desenvolvimento da pesquisa foi de caráter exclusivamente bibliográfico, a qual utilizamos como base livros e artigos de pesquisadores da área de psicologia e outras áreas do saber que possuíam elementos intervenientes sobre a temática.

Resultados:Confrontando os dados oriundos de nossa fundamentação teórica com nossos propósitos de pesquisa, é possível dizer que nossa hipótese inicial se confirma na realidade, a saber, o fenômeno do racismo é consideravelmente presente no contexto histórico, político, cultural e institucional brasileiro, dentre suas implicações situam-se efeitos psicológicos e, por conseguinte, cabe à psicologia, enquanto estudo científico dos fenômenos mentais, tratar das demandas dessa prática, independente do pressuposto teórico, a ciência psicológica dispõe de ferramentas para amparar e auxiliar o individuo no processo de enfrentamento dos impactos psicológicos ocasionados pela pratica do racismo nos diferentes contextos socioculturais, bem como, a pertinência do desenvolvimento de novos estudos sobre a temática no campo da psicologia.

Conclusões:Levando em conta os desafios e implicações do fenômeno racismo, verificamos que a temática apresenta questões e soluções diferentes, isto é, oportunos a cada contexto no qual o indivíduo se encontra inserido. Sobretudo, a psicologia enquanto ciência dos sentimentos e emoções dispõe de conhecimentos que favorecem significativamente o processo de desconstrução das práticas de racismo, presente nos diferentes segmentos sociais.

Palavras-chave: Racismo. Conceito. Fenômeno. Psicologia. Efeitos psicológicos.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador