LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DO PARQUE DO PASSAÚNA, CURITIBA-PR (RMC)

SANTOS, Luan Ferreira dos1; ACCIOLY, Pyramon2;

Resumo

Introdução:Atualmente conservar a biodiversidade existente se apresenta como uns dos mais importantes desafios, sendo assim, os estudos sobre composição florística das formações florestais são de importância primordial, pois contribuem para a compreensão da estrutura e da dinâmica destas formações, sendo imprescindível para o manejo dessas áreas.

Objetivo:Realizar um Levantamento Florístico das áreas verdes do Parque do Passaúna, no município de Curitiba, Paraná.

Metodologia:O presente estudo foi realizado Parque Municipal do Passaúna (Decreto n. 80/91), o qual consiste basicamente em um corredor posicionado entre a borda do Reservatório de água com vegetação arbórea e arbustiva delineada. Para a realização do levantamento florístico foram feitas visitas à área da trilha do parque, realizando registros fotográficos dos indivíduos presentes, para a determinação das espécies, utilizou-se principalmente bibliografia específica. O método utilizado para a realização do levantamento florístico, foi o proposto por Filgueiras et al. (1994), chamado método do “caminhamento”, o qual visa andar na área de estudo registrando as espécies, caso essas se enquadrem em um diâmetro mínimo pré-estabelecido, que para esse estudo seria superior a 10 cm. Em campo foram traçados transectos que recobriam toda a área do parque e foram percorridos para ter suas espécies arbóreas fotografadas.

Resultados:Foram levantadas 44 espécies de angiospermas, 4 espécies de gimnospermas e 3 espécies não foram identificadas, perfazendo um total de 51 espécies levantadas, destas 15 foram determinadas apenas a nível genérico. As angiospermas apresentaram 25 famílias botânicas, das quais destacaram se por apresentarem os maiores números de espécies, Myrtaceae (10), Fabaceae (6) e Bignoniaceae. As gimnospermas foram representadas por somente duas famílias, cada uma com duas espécies – A família Araucariaceae e a família Podocarpaceae.

Conclusões:Os resultados obtidos comparados com outros trabalhos publicados, em áreas com Floresta Ombrófila Mista, mostram-se representativos uma vez que várias das espécies coletadas foram listadas como ocorrentes nestes tipos vegetacionais. Aconselha-se que trabalhos posteriores venham complementar o presente estudo, realizando o levantamento da área de preservação permanente total do Passaúna.

Palavras-chave:Levantamento florístico. Passaúna. Floresta ombrofila mista. Floresta com Araucaria. Parque municipal.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador