O ECUMENISMO NO DOCUMENTO DE APARECIDA

CRUZ, Katheleen Carnio da1; WOLFF, Elias2;

Resumo

Introdução:O presente relatório está dentro de um projeto mais amplo do professor-orientador Elias Wolff o qual procura examinar as diretrizes de ordem ecumênica das Conferências Gerais do (CELAM), com o objetivo de identificar os elementos que apontam os desafios e as possibilidades para o ecumenismo na América Latina. O Ecumenismo trata das ações que buscam uma união maior entre os cristãos promovendo relações fraternas entre as diversas denominações. O Documento de Aparecida tem como foco uma igreja em saída este propõe como uma das missões as relações ecumênicas. E exalta a importância do ecumenismo.

Objetivo:Analisar o conteúdo ecumênico presente nas Conclusões da Conferência de Aparecida. Identificar os objetivos e as dimensões do ecumenismo nas Conclusões da Conferência. Verificar quais são os principais desafios e as possibilidades para o ecumenismo na Igreja católica da América Latina a partir da conferência de Aparecida.

Metodologia:com a utilização das fontes relativas ao tema da pesquisa, utilizou-se o método exploratório e a análise qualitativa da bibliografia disponível. Iniciando com a atuação junto ao professor orientador para o estudo do movimento ecumênico na América Latina, continuou-se com o estudo do ecumenismo nas Conclusões da Conferência de Aparecida, com o auxílio dos comentadores da Conferência

Resultados:As conclusões da Conferencia de Aparecida ressaltam aspectos do pluralismo religioso e eclesial na América Latina, mostrando a gravidade da divisão cristã, e busca dar fundamento teológico-pastoral para o ecumenismo, o descrevendo como obediência ao mandato de Cristo. Afirma a ação ecumênica como dom do Espírito Santo e declara o ecumenismo espiritual estreita relação entre ecumenismo e missão. Apresenta a unidade cristã em suas dimensões espirituais teológicas, sociais e pastorais. Convoca a uma tomada de consciência da Igreja Católica no continente sobre a necessidade do empenho ecumênico exortando à integração das comunidades católicas nas iniciativas de diálogo e cooperação com as outras Igrejas. Observa-se que, assim fazendo, a Conferência de Aparecida dá continuidade às orientações conciliares e às Conferências de Medellín, Puebla e Santo Domingo. Desse modo, mesmo se entre dificuldades, o ecumenismo continua sendo parte integrante do pensar teológico e do agir pastoral do catolicismo latino-americano.

Conclusões:A Conferência de Aparecida assegura a continuidade do compromisso ecumênico da Igreja Católica na América Latina, apresentando os desafios e as possibilidades para o ecumenismo em nossos tempos. Desse modo, a Igreja assume também como sua as iniciativas que visam favorecer a superação da divisão cristã em nosso meio. É de se esperar que essa opção penetre nas estruturas da igreja, desenvolvendo a perspectiva dialógica do seu ser e agir no contexto religioso plural em que vivemos.

Palavras-chave: Ecumenismo. Aparecida. Diálogo. Sociedade. Missão.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador