COMPARAÇÃO DO POTENCIAL PRODUTIVO DE FRUTOS DE MORANGO CULTIVAR SAN ANDREAS

OLIVEIRA, Hemilia Karine Slompo de1; SALLES, Roseli Frota de Moraes2;

Resumo

Introdução:Uma das pequenas frutas que merece destaque dentro do ramo da olericultura no Brasil é a cultura do morangueiro, com uma produção gerada em torno de 165.000 t/ano. Vários são os fatores que impactam na produtividade e qualidade de frutos, como temperatura, fotoperíodo, além do manejo adotado para o cultivo.

Objetivo:Diante desta realidade, o objetivo do trabalho foi avaliar frutos de morango (Fragaria x ananassa Duch) da cultivar San Andreas, cultivados em cinco diferentes propriedades, visando a comparação quanto à produtividade e qualidade dos frutos.

Metodologia:Padronizou-se a cultivar de morango San Andreas com a intenção de verificar quanto os fatores de campo como sistemas de produção e adoção de técnicas diferenciadas podem impactar na qualidade de frutos de morango, além disso foram apresentadas aos produtores as boas práticas agrícolas que preconizam a adesão à Produção Integrada de morango (PImo). Buscou-se cinco diferentes propriedades, sendo três do município Araucária, uma de Contenda e uma de Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba (PR), caracterizadas por cultivo convencional em solo com mulching, quatro propriedades com túneis baixos e uma com estufa. Destas, foram coletados em campo aproximadamente 1.000 g de frutos e para cada coleta analisou-se os frutos quanto ao teor de sólidos solúveis (SS) expresso em °Brix, pH e massa fresca (g/fruto). Foram realizadas duas coletas em campo e os parâmetros analisados no laboratório da PUCPR, Curitiba (PR).

Resultados:De acordo com análise dos dados obtidos, concluiu-se que não ocorreu diferença significativa quanto aos sistemas de cultivo. As propriedades com plantas em seu primeiro ano de produção apresentaram uma tendência de maior peso médio de frutos, em ambas coletas realizadas (21,88; 20,38 e 19,60 gramas por fruto) quando comparadas aos frutos no seu segundo ano de produção (16,53 e 14,86 gramas por fruto). O teor de SS não apresentou diferenças estatísticas entre as propriedades e o teor de pH dos frutos foi maior em uma das propriedades, com média de 3,48, provavelmente devido ao manejo de adubação.

Conclusões:Baseando-se nos resultados obtidos, há uma tendência na obtenção de frutos com maior massa fresca no primeiro ano de produção da cultura, quando comparado com o segundo ano e os frutos de uma mesma variedade irão apresentar variações de qualidade se aplicados manejos diferenciados.

Palavras-chave:Morango. San Andreas. Manejo.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador