EXTRAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE DNA A PARTIR DO SANGUE PERIFÉRICO DE PACIENTES (COM E SEM MIGRÂNEA) ATENDIDOS NO AMBULATÓRIO ACADÊMICO DA PUCPR-CAMPUS LONDRINA-PR.

FAIDIGA, Mariana de Castro1; CASELA, Lais Yunis 3; FREDERICO, Regina Célia Poli 3; SILVA, Aline Vitali da 3; BELLO, Valeria Aparecida2;

Resumo

Introdução:Com alta incidência e potencial incapacitante, a migrânea é uma patologia comum na atualidade. Todavia, sua etiologia não é bem elucidada e, com isso, seu tratamento não é específico, muito menos curativo. Recentemente, estudos tem demonstrado relação entre aspectos genéticos e o padrão inflamatório associado à enxaqueca, o que reforça a necessidade de investigações acerca da hereditariedade envolvida na doença, por meio de estudos com material genético.

Objetivo:Avaliar a associação entre aspectos clínicos da enxaqueca e o polimorfismo genético de citocinas em pacientes (atendidos no ambulatório acadêmico da PUCPR - Campus Londrina) por meio da análise do material genético extraído das amostras sanguíneas coletadas.

Metodologia:Estudo prospectivo observacional, aprovado em comitê de ética e pesquisa, foi realizado por meio da coleta de amostras de sangue dos pacientes e grupos controle, seguida de extração do DNA por meio da técnica de Salting Out – com adição de métodos de purificação, como o uso de proteinase K – e respectiva quantificação do material genético obtido através do espectrofotômetro NanoDrop® (capaz de ler pequenas quantidades de amostra) e sua diluição, por fim, em água ultrapura, viabilizando o armazenamento das amostras congeladas. O n amostral avaliado foi de 106 indivíduos.

Resultados:No presente trabalho a população amostral avaliada foi de 106 indivíduos, sendo que 67 fazem parte do grupo controle (63,2%) e 39 do grupo paciente (36,8%). Foi constatada a eficácia do método escolhido para a extração do DNA – Salting Out – tanto no aspecto de obter material genético em quantidades adequadas, quanto na qualidade do DNA obtido. O método acrescido de formas de purificação de DNA se mostrou adequado, especialmente quando comparado com resultados das demais técnicas presentes na literatura.

Conclusões:Pode-se concluir através dos resultados obtidos que a extração de material genético por meio de amostras de sangue é possível por meio de métodos mais baratos, como o escolhido. Todavia, a literatura demonstra maior rapidez e resultados mais significativos (maiores concentrações obtidas) através de métodos mais modernos e com custo mais elevado, como os Kits para extração. Observa-se ainda, a importância dos métodos de purificação do DNA, como o uso de proteinase K, para a melhora da qualidade das amostras obtidas, no que diz respeito à razão de pureza.

Palavras-chave:Migrânea. Extração de DNA. Método Salting out. Proteinase K. Quantificação de DNA

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador