AVALIAÇÃO DE INTEROPERABILIDADE EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL SOB REQUISITOS DA INDÚSTRIA 4.0 ATRAVÉS DE MÉTODOS MCDA

LUMIKOSKI, Alysson Felipe1; JUSTUS, Alvaro dos Santos 3; RAMOS, Luiz Felipe Pierin 3; LOURES, Eduardo de Freitas Rocha2;

Resumo

Introdução:A Indústria 4.0 refere-se aos avanços tecnológicos recentes onde a internet e tecnologias de suporte servem como backbone para integração de objetos físicos, máquinas inteligentes, linhas de produção e processos além das fronteiras organizacionais para formação de uma nova cadeia de valor ágil, inteligente e em rede. Este contexto está intrinsecamente ligado à Manutenção Industrial, muito impactada pela característica de distribuição e volume de informação que se impõe com as exigências da Indústria 4.0 (I4.0), sugerindo a revisão de seus modelos e estratégias para uma característica mais preditiva e baseada na confiabilidade. Com base nestes elementos, uma avaliação diagnóstica pode sugerir ou realimentar Planos Diretores de Automação, permitindo uma visão mais clara dos elementos envolvidos, restrições, riscos, planos de contingência e melhor aplicação dos recursos ao longo do ciclo de vida do projeto.

Objetivo:O presente projeto tem como objetivo fundamental a avaliação de métodos MCDA (Multicriteria Decision Analysis) para construção de um modelo de avaliação de interoperabilidade (EIA) no domínio da Manutenção Industrial sob os requisitos da I4.0, que a partir da análise de resultados e diagnósticos, oriente dimensões decisionais para aprimorando das capabilidades envolvidas em Manutenção Industrial.

Metodologia:Partindo da necessidade da avaliação do nível de adequação à I4.0, o AHP (Analytic Hierarchy Process) foi utilizado e implantado através do software Super Decisions. Através dele a avaliação de interoperabilidade ocorreu por meio da construção de estruturas AHP para cada uma das seis camadas da RAMI4.0, relacionadas com cada requisito funcional ligados aos respectivos atributos, que representam as características presentes no domínio da manutenção industrial. Com base no resultado diagnóstico do AHP, o PROMETHEE foi desenvolvido no software Visual Promethee, fazendo uso dos atributos e pesos obtidos pelo AHP, de todas as camadas avaliativas da RAMI4.0, de forma a obter uma visão agregada do nível de interoperabilidade de entidade industrial multinacional pertencente ao setor automotivo. O uso de modelo híbrido AHP-PROMETHE caracterizou, portanto, uma etapa diagnóstica mais granular sobre seu grau de adequação e outra mais geral na definição do nível de interoperabilidade que mais caracteriza o estado atual da organização ao referencial RAMI4.0 e função manutenção industrial.

Resultados:Os resultados obtidos no passo de avaliação diagnóstica de interoperabilidade das camadas do RAMI4.0 através do método AHP foram os seguintes: Asset - “Parcialmente Atendido”; Business - “Atendido”; Communication - “Parcialmente Atendido”; Funcional - “Atendido”; Information - “Atendido” e Integration - “Parcialmente Atendido”. Em seguida o PROMETHEE gerou a avaliação macroscópica tendo como resultado “Parcialmente Atendido”.

Conclusões:O desenvolvimento deste projeto evidenciou a possibilidade de aplicação de métodos multicritério de tomada de decisão e análise, para construção de um modelo de avaliação de interoperabilidade (EIA) no domínio da manutenção industrial sob os requisitos da Indústria 4.0. Os resultados evidenciaram o quão complexo pode ser o processo de adequação à I4.0, mesmo para organizações de grande porte, ressaltando a importância do desenvolvimento de uma eficiente ferramenta que as auxilie em seus projetos de transformação digital.

Palavras-chave: Avaliação de Interoperabilidade. Indústria 4.0. Métodos Multicritério. Manutenção Industrial. RAMI 4.0.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador