IMPLEMENTAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE MÉTODOS MCDM À FUNÇÃO MANUTENÇÃO

MARTINS, Giovana Regina Dal Negro1; GORSKI, Ewerton Gusthavo 3; LOURES, Eduardo de Freitas Rocha2;

Resumo

Introdução:A crescente necessidade de otimização dos processos de uma empresa fazem aumentar a importância da gestão da manutenção de ativos, os quais estão sujeitos a falhas não programadas e paradas repentinas, afetando a produtividade da planta industrial. Consciente desta tendência, os métodos multicritério aplicados a manutenção industrial podem ser de grande relevância quando é necessária uma tomada de decisão que abrange certa quantidade de critérios a serem avaliados, onde cada um tem sua importância e influência no processo.

Objetivo:O presente projeto teve seu principal objetivo investigar métodos multicritério de apoio à decisão (MMDA), avaliando sua utilização e sua capacidade de apoio nas dimensões decisionais que afetam os processos de gerenciamento de manutenção de ativos. Em conjunto, foi investigada e conduzida a implementação de um sistema de gestão na plataforma BPMS (Business Process Management System) Bizagi Studio, tendo-se a função de mapear um real cenário de processo industrial, onde há uma complexidade em relação à priorização de ordens de manutenção (OM).

Metodologia:Para que se pudesse obter um resultado mais assertivo, foram explorados alguns métodos multicritério mais associados ao domínio da manutenção industrial como o AHP, TOPSIS, MUDGE e PROMETHEE. Conforme essa exploração, aplicou-se alguns deles à função manutenção com propósito de obter os mais relevantes e de mais fácil implementação. Tais métodos foram, então, implementados na ferramenta Bizagi Studio, na modelagem de processos de apoio à plataforma Manusis 4.0, empresa de gerenciamento de ativos de abrangência nacional.

Resultados:Primeiramente foi modelado o processo completo voltado à priorização de OM associado ao Manusis 4.0 no software Bizagi Studio. Após, a partir da análise realizada sobre os métodos citados, foi possível a aplicação dos que atendiam aos objetivos decisionais e requisitos de implementação e integração. Neste sentido foram utilizados critérios e, alternativas específicas ao problema, realizando-se uma comparação dos resultados dos métodos e avaliando-se qual deles era de mais fácil implementação à plataforma em questão. Os dois métodos selecionados foram o TOPSIS e MUDGE, pela capacidade de integração ao Excel (na apropriação de suas capacidades de cálculos e gráficos) e que obtiveram resultados semelhantes ao AHP e PROMETHEE.

Conclusões:Os métodos MMAD, do acrônimo em inglês MCDM (Multi-Criteria Decision Making), quando interligados à plataforma Bizagi Studio para priorização de ordens de manutenção, trouxeram resultados relevantes ao apoio à tomada de decisão, inexistente no ambiente Manusis 4.0. Os mesmos indicam em forma de ranking a alternativa com mais prioridade, com isso, a decisão será mais assertiva, evitando pagamentos de multa por atrasar a entrega da ordem de manutenção.

Palavras-chave: Manutenção Industrial. Gerenciamento de Ativos. Métodos multicritério. Priorização. Tomada de Decisão.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador