ANÁLISE COMPARATIVA DE INTERVENÇÃO EM UM CMEI PARA EQUIPE DE TRABALHO UTILIZANDO DINÂMICA DE GRUPO.

MOTTA, Cristina Marques1; MICHEL, Renate Brigitte2;

Resumo

Introdução:Este estudo com grupo, buscou através da pesquisa-ação e do método psicodramático, um contexto que implica na atuação ativa do participante da pesquisa. Em conjunto pesquisador e participante vão buscar através da dramatização, levantar e ao mesmo tempo intervir nas situações que o grupo considera necessárias de intervenção, ou seja extrair da ação novos conhecimentos, aprender novos conceitos, transformar, melhorar.

Objetivo:O objetivo principal foi contribuir com a promoção de mudanças psicossociais no grupo de trabalho do CMEI utilizando o método psicodramático e poder evidenciar através desta metodologia a compreensão que essas servidoras possuem do seu papel na instituição. Além disso pretendeu-se possibilitar a compreensão individual no nível afetivo/emocional assim como cognitivo/intelectual, sobre as questões relacionadas a equipe de trabalho.

Metodologia:A pesquisa foi realizada em um Centro Municipal de Educação Infantil – CMEI. As participantes foram as servidoras convidadas que desejassem participar da pesquisa. A amostra foi de oito participantes que atuavam nos cargos de direção, apoio pedagógico e professoras da educação infantil. Foram realizados três encontros nas dependências do CMEI, esses foram filmados para posterior análise e foi utilizado para a coleta dos dados a metodologia de pesquisa-ação utilizando o método psicodramático. A análise foi feita em comparação com os conceitos do psicodrama.

Resultados:Foram realizados três (3) encontros com duração de três horas. Neste trabalho foi possível perceber qual a compreensão das participantes em relação aos seus papéis e contra papéis profissional, como as relações se estabelecem e ampliar o repertório de possibilidades para lidar com os conflitos que se apresentam no grupo.

Conclusões:É importante trabalhar com uma metodologia que implica o participante na busca e intervenção das situações que precisam ser tratadas no grupo, pois torna-o co-responsável pelas repostas encontradas. A vivência permite a cada um, uma percepção e uma compreensão única a respeito do tema. Desta maneira consegue-se promover as mudanças necessárias para o desenvolvimento pessoal.

Palavras-chave: Psicodrama. Grupo. Intervenção. Pesquisa-ação.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador