DESEMPENHO AGRONÔMICO E BIOQUÍMICO DE MILHO EM RESPOSTA DE APLICAÇÃO DE REGULADORES DE CRESCIMENTO

CAMARGO, Cleiton1; FRANK, Bruno Redin 3; SILVA, Angel Lucas da 3; BARBOSA, Andre Prechlak2;

Resumo

Introdução:A densidade de semeadura é a parte de arranjo de plantas que tem maior efeito sobre o rendimento de grãos da cultura do milho, pois pequenas alterações na população podem mudar significativamente o rendimento final. A elevação na densidade populacional é uma alternativa para incrementar a produtividade da cultura do milho. Os reguladores de crescimento são compostos sintéticos utilizados para reduzir o crescimento indesejável da parte aérea das plantas, sem comprometer o rendimento da planta. Estas substâncias agem por inibição da biossíntese de giberelinas, hormônios que promovem o alongamento celular. Assim, é possível controlar o crescimento excessivo dos entrenós, evitando-se o acamamento e autossombreamento das plantas.

Objetivo:Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da aplicação de reguladores de crescimento no desempenho agronômico e bioquímico do híbrido de milho 30F53 VYHR na condição de cultivo da primeira safra.

Metodologia:O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Escola de Ciências da Vida, localizada no município de Toledo, Oeste do Paraná. A área está localizada nas coordenadas geográficas: latitude 24°43’13” S, longitude 53°46’45” O e altitude 510 metros. O solo da respectiva área é classificado como um LATOSSOLO VERMELHO Distroférrico típico. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com 5 tratamentos e 5 repetições em que cada repetição é constituída de 4 linhas de 90 cm com o comprimento de 5 metros. Os cinco tratamentos foram constituídos de aplicações dos seguintes reguladores de crescimento: 1) trinexapac-ethyl, 2) cloreto de mepiquate, 3) ethefom, 4) clethodim e 5) Controle (sem aplicação), Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância (teste F) e as médias comparadas pelo teste de Tukey, utilizando o software SASM-Agri.

Resultados:A variável número de fileira de grãos, teve superioridade para todos os tratamentos em relação ao controle, demonstrando assim que todos os reguladores tiveram efeito positivo sobre a variável descrita, bem como para o número de grãos por fileira que não se diferenciou entre os tratamentos, apenas houve redução no tratamento Clethodim. Os parâmetros que tiveram diferença significativa foram a Fenilalanina e Proteína solúvel, sendo o tratamento controle e Ethefom mais eficaz na produção de fenilalanina, enzima esta chave para todas as vias de síntese de compostos fenólicos, os quais estão envolvidos com resistência a pragas e patógenos.

Conclusões:No uso dos reguladores de crescimento teve se diferença para o parâmetro número de fileira de grãos para todos os reguladores de crescimento, demonstrando assim sua eficácia no aumento deste parâmetro. Para a produção de proteína solúvel o tratamento que se destacou foi o de Cloreto de mepiquate, aumentando consideravelmente a produção de proteína na planta a qual é responsável pelo controle da multiplicação celular na planta, podendo fazer com que a planta aumente a sua área foliar bem como o seu tamanho de planta.

Palavras-chave:Densidade de plantas. Inibidores de giberelina. Zea mays L.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador