A FORMAÇÃO DA UNIVERSIDADE EMPREENDEDORA NO BRASIL

FURLAN, Carlos Eduardo Hemkemeier1; AUGUSTO, Paulo Otavio Mussi2;

Resumo

Introdução:As universidades vivenciaram uma expansão significativa especialmente após a segunda guerra mundial e com o posterior desenvolvimento industrial, em que a sociedade passou a ser caracterizada pelo conhecimento, já que a necessidade de educar pessoas para uma grande diversidade de novas funções crescia juntamente com o avanço do processo de industrialização. A expansão das universidades se deu então principalmente de uma forma cultural e ideológica, dada a grande procura pelo conhecimento e pela valorização social que se vinculava fortemente à educação.

Objetivo:O objetivo deste estudo é identificar como se caracteriza uma universidade empreendedora, propondo um instrumento de pesquisa para mensurar suas dimensões.

Metodologia:Para a elaboração deste projeto, inicialmente foi realizada uma pesquisa quantitativa a respeito da literatura internacional sobre o tema, com relação à quantidade de publicações e às áreas em que a maioria dos artigos são publicados. Para tanto, foi feita uma revisão sistemática em duas bases de dados internacionais, a Scopus e a Web of Science. Após foi feita a revisão sistemática. Nessa revisão é feita uma análise estatística sobre os artigos encontrados referentes a um tema e, por isso, identifica também temas que precisam de maior evidência. Dessa forma, as buscas realizadas por meio das duas plataformas, contou com o uso do termo universidades empreendedoras, ou seja, entrepreneurial universities. Além da revisão sistemática realizada nas bases de dados Scopus e Web of Science, também foram pesquisados artigos internacionais sobre o tema nas referências bibliográficas dos artigos encontrados, nos quais o conteúdo sobre empreendedorismo nas universidades foi entendido como relevante quando se referia à ideia do tema da universidade empreendedora no contexto de transformações do ensino superior e aos principais conceitos e características das universidades empreendedoras.

Resultados:É possível analisar que o tema da universidade empreendedora vem ganhando evidência. Essas pesquisas mostram mais sobre o tema e a melhor forma de entender como ele está sendo desenvolvido atualmente, no entanto, foi possível identificar que existe uma diversificação de conceitos e características sobre como se caracteriza uma universidade empreendedora. As 31 características identificadas na literatura e que nesta seção são discutidas em torno de suas significações compõem o resultado deste projeto mas, mais especialmente, serviram de base para a construção do questionário que, aqui se propõe, como uma ferramenta importante para mensurar as dimensões de uma universidade empreendedora.

Conclusões:Com as pesquisas realizadas é possível identificar que há espaço e interesse para se aprofundar sobre o tema da universidade empreendedora, em que também foi possível identificar que cada vez mais esse tema está crescendo entre aqueles que pesquisam sobre educação superior e empreendedorismo acadêmico. Junto a isso, foi possível identificar no decorrer das pesquisas que várias áreas de pesquisas das universidades se interessam e trabalham com o tema da universidade empreendedora, o que mostra o caráter polissêmico e interdisciplinar do tema, para além da área de negócios, mesmo sendo nesta o foco maior.

Palavras-chave: Universidade Empreendedora. Ensino Superior. Revisão sistemática. Instrumento de medição.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador